Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

O Calendário Gregoriano completa hoje (4 de outubro) 434 anos e o Google preparou uma homenagem em forma de Doodle Google. Esse calendário, que é comumente utilizado em quase todo o mundo, marca os dias e meses do ano solar. Essa contagem foi criada pela Igreja Católica e pelo Papa Gregório XIII, em outubro de 1582, e só começou a ser usado, de fato, no dia 15 daquele mesmo mês.

Calendário 2016: fique sabendo de todos feriados brasileiros do ano

O motivo da criação se deu por conta de um "erro" no Calendário Juliano, criado pelo imperador Júlio César, de Roma. À época, foi descoberto que o calendário em vigor estava 11 dias atrasado, o que acarretava em um atraso também no cálculo do início e fim das estações do ano, além do atraso no equinócio da primavera.

Google Doodle (Foto: Reprodução/Doodle)Google Doodle homenageia Calendário Gregoriano (Foto: Reprodução/Google)

Calendário Gregoriano: o que é e como funciona

O Gregoriano é o calendário tal qual conhecemos hoje: anos com 365 dias, 12 meses; semanas com sete dias e dias com 24 horas. Os anos bissextos ocorrem a cada quatro anos, mas para sanar o erro do calendário anterior - que já contava com os bissextos - existem algumas excessões: são bissextos os anos divisíveis por quatro, mas não são aqueles que são divisíveis por 100, a não que se sejam também por 400. Essa regra foi criada para evitar um atraso anterior. 

A criação desse novo calendário, além de acabar com os 11 dias de atraso do Calendário Juliano, sincronizou eventos astronômicos e as estações do ano, como o equinócio da primavera e o solstício de verão. Isso fez com que o calendário que rege o planeta se aproximasse do movimento do sol e, como consequência, dos eventos naturais. 

História do Calendário Gregoriano

Entre os dias 5 e 14 de outubro, o tempo não foi considerado pelo novo calendário. Estes 11 dias de transição foram necessários para acertar o tempo e foram oficialmente declarados não-existentes pelo Papa e por sua comissão organizada para formulação. Estudiosos como Ignazio Danti, Luigi Giglio, Christopher Clavius e Aloysius Lilius participaram da decisão pela mudança no calendário, que demorou cinco anos para ser reunida, discutida e, enfim, aprovada. Assim, o Calendário Gregoriano começou a ser usado oficialmente em Portugal, Espanha e Itália, mas atualmente é o mais usado em praticamente todos os países do mundo.

O Doodle do Google que homenageia o calendário traz pequenas folhas de calendário, cada uma com uma letra que compõe o nome do buscador. Além disso, as datas de outubro 4 e 3, que marcam o início do “tempo não existente”, também foram representadas.

Qual é o melhor Doodle do Google? Comente no Fórum do TechTudo.

Conheça a história dos Doodles do Google:

*Colaborou Felipe Vinha

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.