Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Google Pixel e Google Pixel XL são os nomes dos novos smartphones criados pelo Google. Os telefones foram apresentados na tarde de hoje (04), em um evento nos Estados Unidos, com promessa de bom desempenho em cinco campos diferentes: inteligência artificial, fotografia, armazenamento, comunicações e realidade virtual. Como já era de se esperar, os dispositivos rodam o sistema Android 7.1 Nougat, porém com um novo visual que dá destaque aos serviços do buscador.

O Pixel tem tela Amoled de 5 polegadas e resolução Full HD (1920 x 1080 pixels), enquanto o Pixel XL tem display maior, de 5,5 polegadas e resolução Quad HD (2560 x 1440 pixels). O nome dele faz menção ao tamanho de roupa "XL", ou extra large, muito comum nos EUA. Seria o equivalente ao nosso "GG".

Android 7.0 Nougat é revelado em detalhes; conheça as novidades do sistema

Google Pixel Silver (Foto: Divulgação/ Google)Google Pixel tem tela de 5 polegadas. Fabricante batizou o acabamento de "Muito Prata". (Foto: Divulgação/ Google)

Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

Representantes do Google fizeram graça ao falar que a câmera do novo lançamento, com 12,3 megapixels, não precisa ficar num ponto mais protuberante, numa espécie de caroço – como ocorre no iPhone 7 e Galaxy S7, apenas para citar alguns telefones premium mais atuais. Ela tem abertura f/2.0, capaz de detectar mais luz, o que costuma ser interessante ao fazer fotos em ambientes mais escuros.

Num teste feito pelo DxOMark, um site especializado em fotografia, a qualidade da câmera do Google Pixel recebeu nota 89. Ela é "a melhor câmera" já vista em um telefone, segundo a página. A câmera frontal, para selfies, tem 8 megapixels e abertura f/2.4.

O Pixel e o Pixel XL também vêm com saída de áudio P2 (3,5 milímetros), aquela que a Apple retirou de seu smartphone mais recente.

Evento do Google em 4 de outubro de 2016 (Foto: Reprodução/Google)Evento do Google em 4 de outubro de 2016 (Foto: Reprodução/Google)

A ficha técnica do Pixel contempla o processador Qualcomm Snapdragon 821, um quad-core com núcleos que vão até 2,15 GHz. A memória RAM é de 4 GB (LPDDR4). Para salvar arquivos haverá suas opções de armazenamento: 32 GB e 128 GB (sim, o Google pulou os 64 GB). Além disso, a empresa destacou que os donos do telefone poderão fazer o backup de suas fotos em tamanho original e de maneira ilimitada no Google Fotos.

O desbloqueio do telefone pode ser feito com impressões digitais, por meio do sensor Pixel Imprint.

O Pixel tem bateria de 2.770 mAh. Por ser maior, o Pixel XL requer mais bateria, e por isso conta com um componente de 3.450 mAh. A recarga, por sinal, é feita por meio de uma entrada USB-C, em vez do tradicional USB ao qual todos nos acostumamos.

Evento do Google em 4 de outubro de 2016 (Foto: Reprodução/Google)Google Pixel tem tela de 5 polegadas. Modelo de 5,5" também foi anunciado. (Foto: Reprodução/Google)

O software é parte importante da experiência de uso do Pixel e do Pixel XL. A assistente virtual do Google marca presença, pela conferência Google I/O deste ano, o robô virtual entende o que é dito pelo usuário e responde tanto em texto quanto em imagens. O objetivo do Google com a tecnologia é criar conversas entre os donos dos aparelhos e a tecnologia de inteligência artificial.

Parte destes recursos já está disponível no mensageiro Google Allo, liberado em setembro para Android e iPhone. No entanto, a função de perguntas e respostas só funciona em inglês.

Evento do Google em 4 de outubro de 2016 (Foto: Reprodução/Google)Google Pixel permite personalização das traseiras (Foto: Reprodução/Google)

Nos Estados Unidos, os lançamentos serão vendidos exclusivamente pela operadora Verizon Wireless por US$ 649 (cerca de R$ 2.070, sem impostos e taxas). Em outros países, uma série de lojas vai oferecer o telefone. Pelo que foi visto na apresentação, não há previsão de vendas no Brasil. São três opções de cores, divertidamente chamadas de "Bem Preto", "Realmente Azul" e "Muito Prata".

O Google também apresentou hoje o Chromecast Ultra, modelo do dongle para TV capaz de reproduzir vídeos em 4K. Ele tem uma entrada Ethernet, para quem prefere usar internet cabeada. Já o Google WiFi é um concorrente do Apple AirPort, entre outros roteadores pequenos, com o propósito de melhorar o sinal da internet em casa.

 

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.