Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

O iPad não é mais o único gadget com "telona" da Apple, com a chegada do iPhone 6 Plus. O sucesso desse novo aparelho deixou uma dúvida no ar: será que ainda vale a pena comprar o tablet? Confira a análise do TechTudo e veja qual dos dois dispositivos é o ideal para você.

Nexus 6 ou iPhone 6 Plus? Confira o comparativo de celular

Vantagens do iPad

A tela grande traz diversas vantagens. O iPad Mini já é uma diferença razoável para o iPhone 6 Plus, pois tem uma tela de 7,9 polegadas, ou seja, 2,4 polegadas a mais. No iPad Air 2, modelo mais recente do tablet da Apple, é ainda maior – com 9,7 polegadas. Obviamente, eles são melhores para várias tarefas, como assistir a filmes, séries e shows, por exemplo, especialmente com legendas. 

Novo iPad Air deve chegar mais fino e com sensor de digitais (Foto: Thiago Barros/TechTudo) (Foto: Novo iPad Air deve chegar mais fino e com sensor de digitais (Foto: Thiago Barros/TechTudo))O iPad apresenta tela maior e mais confortável para digitar (Foto: Thiago Barros/TechTudo)

A tela do iPhone 6 Plus é bem maior do que a dos outros iPhones, mas ainda é pequena se for comparada com as dos iPads. Para jogos que têm controles em que o usuário precisa mover o dedo para movimentar seu personagem, a tela grande do iPad também é melhor.

Não é só no entretenimento que o iPad pode ser melhor. Para quem precisa trabalhar também. Digitar, por exemplo, também é bem melhor no iPad, porque o teclado acaba sendo maior. Além disso, fazer rascunhos e desenhos, para um arquiteto ou designer, também. Outra vantagem do iPad é a bateria, bem maior que a do iPhone.

Vantagens do iPhone

O iPhone 6 Plus é o maior e mais poderoso telefone que a Apple lançou até hoje. Isso faz com que ele seja um aparelho ainda mais completo. Primeiro porque já tem o 4G para acessar a Internet e a capacidade de fazer ligações. Depois, porque conta com os recursos mais avançados em algumas características de hardware.

iPhone 6 Plus 03 (Foto: Elson de Souza/TechTudo)Telona do iPhone 6 Plus é um diferencial  (Foto: Elson de Souza/TechTudo)

As câmeras do iPhone 6 Plus, por exemplo, são superiores. Não só pela qualidade, que agora ficou mais parecida com a do iPad Air 2, mas porque é muito mais simples segurar um telefone para fotografar e filmar do que um tablet. Especialmente em um vídeo longo, de um show, por exemplo. 

Os concorrentes da Apple estão deixando o iPhone para trás? Comente no Fórum do TechTudo

Esta diferença de dimensões, aliás, é super importante para tudo. Enquanto o iPhone 6 Plus tem 158,1 x 77,8 x 7,1 mm, o iPad Air 2 mede 240 x 169,5 x 6,1 mm. O peso deles também é totalmente diferente: 172 gramas contra 444 gramas, respectivamente. Claro que isso é um grande ponto de diferença na análise entre eles.

Afinal, o iPhone 6 Plus é muito mais portátil, sendo ideal para levar para qualquer lugar. Se compararmos o iPad a um notebook ou computador, é claro que o tablet também é mais prático de carregar. Por outro lado, em relação ao iPhone, certamente ele perde alguns pontos neste quesito.

Qual comprar?

A principal diferença do iPhone para o iPad, além da óbvia variação de tamanho entre os aparelhos, é o fato de fazer ligações. Por isso, um iPhone pode até substituir um iPad, mas o contrário não. Tudo que você pode fazer no iPad, também pode no iPhone, só que com a tela um pouco menor.

O novo iPad Air pode estar em suas combinações ao invés do novo iMac, que custa mais de R$ 5 mil (Foto: Divulgação) (Foto: O novo iPad Air pode estar em suas combinações ao invés do novo iMac, que custa mais de R$ 5 mil (Foto: Divulgação))iPad pode ser usado como complemento para o iPhone (Foto: Divulgação)

Assim, se você tiver que escolher entre um deles, o iPhone é um gadget mais completo do que o iPad. Porém, obviamente, tudo depende de como o aparelho vai ser utilizado. O iPhone é mais para o uso diário, para quem sai muito e precisa estar conectado durante o dia inteiro, sempre online, com ligações e 4G.

O iPad é mais específico, para entretenimento ou negócios. Muitos deles, inclusive, nem tem conexão de dados móveis à Internet, podendo ser usados só no WiFi. É ótimo para quem precisa trabalhar com telas maiores, fazendo desenhos ou digitando, e também no caso de ver filmes ou jogar.

Se você se encaixa em algum destes públicos, sim, ainda vale a pena comprar o tablet. Especialmente, claro, se você não tem um iPhone. Caso já possua um smartphone da Apple, é preciso avaliar a questão de custo e de utilização de ambos os gadgets. Eles podem tanto se complementar quanto se anular.

iPhone-6-mão (Foto: Anna Kellen/TechTudo)iPhone é muito mais completo do que o iPad (Foto: Anna Kellen/TechTudo)

Em termos de sistema operacional e aplicativos, eles se equivalem. Um ponto que é interessante no iPad é que ele pode rodar os aplicativos do iPhone, só que o contrário não pode ser feito. Mas ambos têm uma App Store cheia de opções, acesso total ao que aparece no iTunes e iBooks, além da ótima performance e de atualizações do iOS.

Para quem não quer gastar a bateria do celular sempre que estiver em casa e gostar de assistir a filmes ou jogar no iPad, por exemplo, vale comprá-lo mesmo já tendo o iPhone. Para quem precisa de uma tela para trabalhar, idem. Afinal, estas funções nunca vão ser tão eficientes no telefone quanto no tablet.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.