VPN, que significa “Rede Virtual Privada”, é uma tecnologia que permite conectar-se a uma rede de comunicação e ligar diferentes dispositivos, passando por eventuais restrições. Muitos serviços oferecem VPN pago, mas há também boas opções gratuitas. Para quem usa de forma profissional, é comum utilizar o VPN oficial da empresa ou uma versão paga. Mas para objetivos e uso caseiros, usar um VPN gratuito pode ser uma boa pedida. Vale o aviso, porém: alguns possuem edições pagas, mas não é obrigatório assinar para usufruir de suas vantagens, ainda que limitadas. Confira as dicas de sete deles:
O que é VPN? Saiba tudo sobre a rede virtual privada
VPNs servem para estabelecer conexões mais seguras entre dispositivos que usam a Internet (Foto: Zíngara Lofrano/TechTudo)
Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular 1. TunnelBear O TunnelBear é um VPN fácil de usar e com design bem amigável. Ele oferece ainda aplicativos para quase todas as plataformas mais atuais, como iOS, Android, Windows e Mac. É uma ótima opção para quem está começando a usar a tecnologia.
TunnelBear é simples e fácil de usar (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)
Vale lembrar, porém, que por ser gratuito ele oferece uso limitado de dados de até 500MB. Também não é possível usá-lo para troca de arquivos e dados via P2P, de ponta a ponta. Mas, ainda assim, para uso básico ele é um dos melhores. 2. WindScribe O WindScribe é ótimo para quem preza por segurança de seus próprios dados, já que ele não guarda informações de uso em logs. Sua política de privacidade é honesta com o usuário mas, por outro lado, não conte com o suporte técnico para resolver problemas.
Windscribe é para quem preza por segurança (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)
Ainda assim, vale a pena por oferecer até 10GB de limite de dados para uso em sua edição gratuita, um dos maiores limites entre os concorrentes. Também há aplicativos oficiais para iOS e Android. 3. VPN Gate O VPN Gate tem dono japonês e tem código aberto, ou seja, pode ser melhorado por usuários – ainda que de forma controlada pelos donos do negócio. Por isso, seu desenvolvimento é constante, e alguns problemas ou bugs podem ocorrer durante o uso.
VPNGate é o VPN japonês (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)
Por conta de seu país de origem, onde ficam hospedados seus servidores, pode apresentar alguns lags ocasionais, e não permite torrent nem P2P. Porém, quando roda bem, sua velocidade é consideravelmente sup...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.