O Microsoft Tradutor passa a usar tecnologia de redes neurais para aumento de performance e qualidade. A atualização, que foi revelada no blog oficial da Microsoft, será expandida para todas as versões do produto, tanto nos dispositivos móveis, como no Windows, Skype e navegadores. A ideia é que com a tecnologia de processamento por redes neurais, o Microsoft Tradutor tenha maior capacidade de traduzir palavras e frases considerando nuances e contextos – além de mecanismos que permitem que a ferramenta aprenda com os usuários e evolua com o passar do tempo.
Como usar o Microsoft Translator, rival offline do Google Tradutor
Tradutor da Microsoft passa a usar redes neurais para traduções mais inteligentes (Foto: Divulgação/Microsoft)
Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular
A Microsoft não é a primeira a aplicar esse tipo de tecnologia aos seus serviços de tradução. O Google já usa redes neurais no Google Tradutor. Em geral, esse tipo de tecnologia eleva a qualidade de processamento de informações a um nível de subjetividade maior, permitindo que o tradutor encontre respostas mais adequadas do que simples traduções literais. "Redes neurais" levam esse nome porque buscam emular o funcionamento do cérebro humano e sua característica de processamento de informações, de forma descentralizada, e com capacidade de compreensão de padrões e contextos. Além de permitir análises de contexto, a tecnologia aplicada pela Microsoft permite que...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.