Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Final Fantasy 15 fiinalmente chegou ao mercado. O aguardado game de PS4 e Xbox One levou 10 anos para ser desenvolvido, desde seu anúncio na E3 de 2006, quando ainda era chamado de Final Fantasy Versus 13. O TechTudo conversou com o produtor e diretor da Square Enix, Hajime Tabata, que falou um pouco sobre o crescimento desta versão e o envelhecimento do próprio herói, Noctis.

Final Fantasy XV é o game perfeito para todo tipo de fã, diz produtor

Segundo Tabata, Noctis cresceu junto com a produção do game. “Ele era o personagem central de Final Fantasy Versus 13, mas o desenvolvemos para ser mais humano, na medida em que se tornava o protagonista de Final Fantasy 15”, disse. "Criamos Noctis como uma criança, vendo-o crescer 10 anos no futuro, ao ponto em que a equipe de produção passou a ter empatia com ele", comentou.

Cena de batalha em Final Fantasy 15 (Foto: Divulgação/Square Enix)Cena de batalha em Final Fantasy 15 (Foto: Divulgação/Square Enix)

Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

Noctis, aliás, promete ser o centro das atenções de Final Fantasy 15. Tabata garante que a história principal do game é totalmente focada nele, enquanto os conteúdos que serão disponibilizados por download devem ter foco em seus amigos – Prompto, Ignis e Gladious. Alguns destes conteúdos, como revelados anteriormente, serão multiplayer, “mas ainda vamos desenvolver esta parte, por isso fiquem de olho”, como garante o produtor.

Nada de filmes ou spin-offs, por enquanto

Final Fantasy 15 recebeu um enorme tratamento multimídia da Square Enix. Foram curtas e animações no estilo japonês, além de um filme, Kingsglaive: Final Fantasy 15, que contou a origem do Rei Regis, pai de Noctis. Contudo, não devemos ter um conteúdo adicional relacionado a isso tão cedo.

Final Fantasy 15 é um grande mundo a ser explorado (Foto: Divulgação/Square Enix)Final Fantasy 15 é um grande mundo a ser explorado (Foto: Divulgação/Square Enix)

“Por ora, não temos planos, mas gostamos do retorno que os fãs nos deram e, se pudermos criar algo que eles curtam no futuro, eu gostaria de ter o desafio de fazer isso”, comentou o diretor. “Mas nenhum personagem exclusivo de Kingsglaive, como os Glaives, devem aparecer no jogo”, adicionou Tabata. A decisão se justifica por um simples motivo: nem todo mundo que vai jogar assistiu ao filme, e assim a narrativa poderia se comprometer.

Hajime Tabata, produtor de Final Fantasy 15 (Foto: Divulgação/Square Enix)Hajime Tabata, produtor de Final Fantasy 15 (Foto: Divulgação/Square Enix)

Por fim, Hajime Tabata foi cauteloso quando perguntamos sobre como Final Fantasy 15 deve se comportar com os novos hardware que chegaram e chegam ao mercado em breve – como o PS4 Pro e o futuro Project Scorpio, da Microsoft. “Eu gostaria de oferecer uma experiência mais robusta com Final Fantasy 15. Mas isso seria apenas após o lançamento. Ainda assim, vamos trabalhar da forma mais esforçada o possível nisso”, revelou.

Qual é o melhor jogo da série Final Fantasy? Dê sua opinião no Fórum do TechTudo!

    Sobre Gerência Imóveis

    Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.