Ser mulher no mundo da tecnologia pode ser mais complicado do que parece. E, para Melissa Devens, do projeto Women & Mozila (WoMoz), o p?blico feminino ? taxado ou de inferior aos homens, ou de maneira sexualizada na maior parte do tempo, sobretudo na Internet. Por isso, Devens defende uma mudan?a profunda na cultura da tecnologia em geral.
Acompanhe a cobertura completa da Campus Party 2015
Melissa Devens fala de preconceitos na tecnologia (Foto: Foto: Laura Martins/Techtudo)
Segundo a especialista, a ?rea, que ? tradicional dom?nio de homens, carrega preconceitos e julgamentos sobre as meninas. Tanto para aquelas que buscam apenas se divertir quanto outras que buscam um espa?o profissional. ??s vezes as mulheres t?m vergonha de aparecer em eventos de tecnologia por se sentirem inferiores aos homens, por sentirem que n?o t?m tanto conhecimento?, alerta Melissa. Qual ? a melhor atra??o da Campus Party 2015??Comente no F?rum do TechTudo.
Melissa frisa que a aten??o especial n?o deve ser somente para o caso das mulheres, mas para outros grupos. Mas o foco acaba caindo sobre o p?blico feminino exatamente por serem a maioria da minoria. ?A web tem que ser feita para todos. A mulher n?o tem que olhar e se sentir mulher, ela tem que se olhar e se sentir ela mesma?, afirma. A mudan?a cultural da tecnologia, defendida por Devens, inclui tanto os usu?rios quanto a ind?stria. ?Tecnologia ? um assunto que n?o ? vendido para as mulheres, mas para os homens?, critica. ? por isso...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.