Os novos processadores Ryzen da AMD não receberão suporte oficial para rodar o Windows 7. Na prática, isso significa que a AMD não vai trabalhar em drivers para o antigo sistema operacional da Microsoft
Saiba tudo sobre o AMD Ryzen, processador que pode competir com a Intel
Isto torna o uso dessa edição do SO com os novos processadores, algo não recomendado: embora as novas CPUs devam ser capazes de funcionar com o Windows 7, sem drivers específicos e garantia de suporte, os Ryzen podem enfrentar problemas de desempenho e de estabilidade quando rodar o sistema, lançado em 2009.
Processadores Ryzen da AMD seguem a tendência e não oferecerão suporte a versões antigas do Windows (Foto: Divulgação/AMD)
Em uma declaração oficial emitida à PC World, a Advanced Micro Devices afirma ter desenvolvido e testado seus processadores no Windows 7 e 10, mas que o suporte e drivers para Windows 7 não estão garantidos.
Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular Além de eventuais problemas de performance inferior e até de estabilidade, a falta de drivers específicos para determinado sistema pode significar o uso de um processador com freio de mão puxado: recursos e tecnologias mais novas, inexistentes no ciclo de desenvolvimento do Windows 7, simplesmente não serão usadas pelo sistema operacional. A má notícia para quem é fiel ao Windows 7 não vem só da AMD, já que desde janeiro de 201...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.