Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

The Legend of Zelda: Breath of the Wild é o mais novo capítulo da franquia da Nintendo. Lançado para Wii U e Switch, o RPG é uma aventura desafiadora, complexa e com muitas possibilidades diferentes. Confira as melhores dicas para iniciar a jornada e garantir seu sucesso ao longo de toda a campanha.

Confira o review completo de The Legend of Zelda: Breath of the Wild

Cartografia

Breath of the Wild apresenta o maior mapa já visto na série The Legend of Zelda, o que pode intimidar os jogadores. É preciso que Link ande por territórios inexplorados a fim de expandir a área mostrada no mapa, porém, essa caminhada não é suficiente para que o game marque automaticamente os pontos de interesse e eventos relevantes.

The Legend of Zelda: Breath of the Wild: use as stamps para marcar pontos de interesse (Foto: Reprodução / Thomas Schulze)The Legend of Zelda: Breath of the Wild: use as stamps para marcar pontos de interesse (Foto: Reprodução/Thomas Schulze)

Para resolver o problema, sempre que encontrar algo digno de nota, faça marcações manuais usando carimbos e ícones. Para tanto, abra a tela de mapa apertando "-" no controle, depois aperte "A" para acessar sua coleção de Stamps. Circule até o símbolo que deseja utilizar, e então confirme a escolha pressionando "A" novamente.

Flechas gratuitas

No começo da aventura, Link terá pouco dinheiro e itens à disposição, então cada Rupee importa. Como as melhores armas e armaduras só são habilitadas após dezenas de horas de jogo, é uma boa ideia usar uma abordagem de combate à longa distância no começo.

As flechas do arco de Link são extremamente limitadas, mas há um bom modo de estocá-las sem esforço. Quando encontrar um inimigo que também atira flechas, corra de um lado para o outro sem parar, fazendo com que ele erre os disparos. Suas flechas continuarão no chão, e você poderá pegá-las.

The Legend of Zelda: Breath of the Wild: reaproveite as flechas perdidas no chão (Foto: Reprodução / Thomas Schulze)The Legend of Zelda: Breath of the Wild: reaproveite as flechas perdidas no chão (Foto: Reprodução / Thomas Schulze)

Gerencie seu inventário

Há centenas de itens que podem ser recolhidos ao longo da jornada, desde peças de equipamento nos baús até vegetais e recompensas de caça que podem servir como ingredientes. Ao progredir na campanha, em pouco tempo seu inventário ficará lotado.

Como pode ser inconveniente receber mensagens sobre a lotação a cada novo item obtido, controle seu estoque: pause o jogo e, no inventário, clique nas armas mais desgastadas e itens que não serão utilizados no futuro próximo. Depois, escolha a opção “Discard” para jogá-los fora, criando espaço e poupando tempo de jogo.

The Legend of Zelda: Breath of the Wild: arrume sempre seu inventário (Foto: Reprodução / Thomas Schulze)The Legend of Zelda: Breath of the Wild: arrume sempre seu inventário (Foto: Reprodução / Thomas Schulze)

Visite as Shrines

Há centenas de Shrines espalhadas pelo mapa. Além de esconderem puzzles e desafios, esses locais possuem uma importância vital para a navegação e crescimento de Link, já que liberam mais energia e fôlego para o herói.

Sempre que encontrar uma Shrine, como a da imagem abaixo, entre nela mesmo que você não pretenda encarar os seus enigmas e recolher recompensas, pois assim que Link sair de lá o local estará habilitando como um ponto de viagem rápida.

The Legend of Zelda: Breath of the Wild: as shrines são pontos de viagem rápida (Foto: Reprodução / Thomas Schulze)The Legend of Zelda: Breath of the Wild: as shrines são pontos de viagem rápida (Foto: Reprodução / Thomas Schulze)

Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

Cuidado com as armas

Pela primeira vez na série Zelda, as armas que Link encontra pelo caminho não serão necessariamente suas companheiras ao longo de todo o jogo. Quanto mais elas forem utilizadas, maior será o seu desgaste, até o ponto em que elas são quebradas.

Quando a arma estiver prestes a quebrar, um aviso aparecerá na tela. Nesse momento, é uma boa ideia pensar em arremessar sua arma nos inimigos, já que esse movimento causa muito mais dano do que ataques corporais comuns.

The Legend of Zelda: Breath of the Wild: armas quebradas são inúteis (Foto: Reprodução / Thomas Schulze)The Legend of Zelda: Breath of the Wild: armas quebradas são inúteis (Foto: Reprodução / Thomas Schulze)

Guardiões de tesouros

Guardiões, as gigantescas criaturas com tentáculos, são os principais inimigos do game. Encontrá-los normalmente significa duras batalhas pela sobrevivência, mas, muitas vezes, Link encontrará Guardiões já abatidos pelo cenário.

Nessas situações, explore a carcaça das criaturas, já que frequentemente os Guardiões caídos esconderão um bom e valioso loot, itens de valor bem superior aos liberados por inimigos comuns.

The Legend of Zelda: Breath of the Wild: todo loot ajuda na luta contra Calamity Ganon (Foto: Reprodução / Thomas Schulze)The Legend of Zelda: Breath of the Wild: todo loot ajuda na luta contra Calamity Ganon (Foto: Reprodução / Thomas Schulze)

Quem tem boca vai a Hyrule

Como nos melhores RPGs modernos, Breath of the Wild possui uma incrível variedade de missões paralelas. Não adianta apenas andar sem rumo pelo mundo. Para acessar as tarefas bônus, é preciso conversar com os outros personagens.

A melhor alternativa é explorar os vários estábulos espalhados pelo mapa, pois lá é possível organizar sua coleção de cavalos, e encontrar vários personagens para conversar. Interaja com eles sempre que possível, pois eles dão dicas, apontam novos caminhos e habilitam missões paralelas.

The Legend of Zelda: Breath of the Wild: converse nos estábulos para ganhar missões (Foto: Reprodução / Thomas Schulze)The Legend of Zelda: Breath of the Wild: converse nos estábulos para ganhar missões (Foto: Reprodução / Thomas Schulze)

Zelda será o melhor jogo do Nintendo Switch? Comente no fórum do TechTudo!

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.