O Facebook anunciou na última segunda-feira (13) uma mudança na política da plataforma que também afeta o Instagram. Com a alteração para desenvolvedores, torna-se proibido o uso dos dados obtidos por meio do Facebook para ferramentas de vigilância. A mudança foi feita para evitar que as informações dos usuários sejam aproveitados por aplicativos de terceiros para monitorar suas ações.
Data Selfie analisa todos os seus passos no Facebook; veja relatório A medida estabelece como que os dados coletados por desenvolvedores de apps para a rede social podem ser usados e funciona como um complemento a ações recentes da plataforma de detectar e bloquear aplicativos que usam práticas que vão contra as políticas do Facebook.
Facebook quer evitar que dados de usuários sejam usados para monitorá-los (Foto: Melissa Cruz/TechTudo)
Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular
A mudança na política da plataforma (developers.facebook.com/policy) não deve gerar impacto no uso da rede social para o usuário comum — apenas a sua maior proteção online —, afetando apenas os desenvolvedores que usam os APIs do Facebook ou do Instagram para construir apps.
Vale notar que a plataforma não define com exatidão o que considera “vigilância”, limitando-se apenas a definir para quais finalidades os dados podem ser usados. 
Algumas destas medidas são: apenas mostrar dados obtidos por um token de acesso em dispositivos associados, n...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.