Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

O Guetzli é o novo algoritmo do Google capaz de comprimir imagens JPEG e reduzir o seu tamanho em 35%, sem grande perda de qualidade. O algoritmo é open-source, ou seja, possui código fonte aberto e pode ser usado por qualquer desenvolvedor para seus próprios projetos. O recurso foi anunciado para todos nesta quinta-feira (16), no blog oficial do Google.

Google reconhece animais e objetos em vídeos com nova tecnologia

Espera-se que, com isso, as páginas web se tornem mais leves em breve — e carreguem mais rápido. O Guetzli irá reduzir o tamanho de fotos JPEG usadas nos sites compatíveis com todos os navegadores do mercado, o que resultará em um carregamento mais rápido e menor consumo de banda. 

Algoritmo pode reduzir em 35% o tamanho de imagens JPEG (Foto: Divulgação/Google) Algoritmo pode reduzir em 35% o tamanho de imagens JPEG (Foto: Divulgação/Google)

Aplicativo do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no seu celular

O formato JPEG permite que o usuário escolha manualmente o nível de compressão da imagem em softwares apropriados. Porém, quanto maior a compressão, pior fica a qualidade, pois vários detalhes são excluídos da foto. O Guetzli, em contrapartida, consegue reduzir o tamanho e manter a qualidade.

Segundo o Google, a qualidade visual das imagens JPEG tem relação direta com o método de compressão em múltiplos estágios, incluindo a quantização.

Redes sociais Facebook e Google+: qual é a melhor? Responda no Fórum do TechTudo.

A companhia explica que a quantização é o maior vilão das imagens JPEG. Esse processo transforma uma série de dados desordenados em dados ordenados — o que facilita a compressão. Porém, há um detalhe: quanto mais forte for a quantização, mais dados são eliminados na compressão e, com isso, a imagem perde cor e até mesmo gradientes.

Para contornar isso, o algoritmo do Google busca aproximar a percepção de cores e o mascaramento visual de uma maneira mais detalhada do que é possível com transformações de cores simples. Entretanto, a desvantagem do algoritmo Guetzli é demorar mais tempo para comprimir as imagens do que no método tradicional. 

Via Google Research Blog

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.