A arquiteta e criadora do Orelhão Chu Ming Silveira é tema, nesta terça-feira, 4 de abril, dia em que completaria 76 anos, de uma homenagem do Google em forma de Doodle. Apesar dos primeiros nomes orientais, a mulher por trás do Orelhão mudou-se para o Brasil quando ainda era criança e foi responsável, em 1971, pelo projeto de cabines ovais para telefones públicos, ideia que colaborou para a durabilidade dos aparelhos, além de melhorar a acústica durante as ligações. Formada pela Universidade Mackenzie, dedicou a carreira também à programação visual e morreu em São Paulo, em 1997, aos 56 anos.
Chu Ming Silveira criou o projeto do Orelhão em 1971 e marcou o mobiliário urbano do Brasil (Foto: Reprodução/Google) 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Chu nasceu em Shangai, na China, em 1941. Seu pai Chu Chen serviu às forças armadas nacionalistas durante a guerra e, após a vitória dos com...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.