Uma tecnologia capaz de recuperar arranhões na tela do celular num prazo de até 24 horas pode chegar aos smartphones dentro dos próximos três anos. Desenvolvida por cientistas da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, a técnica com polímero elástico recupera danos no telefone – processo semelhante à cicatrização da pele humana, após um ferimento.
Depois de um tempo o corte fica imperceptível. Além das telas, o material também pode ser implantado em baterias de íons de lítio, o que prolongaria ainda mais a vida útil do celular.
LCD, OLED, AMOLED: entenda as diferenças entre as telas de celular
Tecnologia recupera arranhões na tela do celular em até 24 horas (Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo)
Este não é o primeiro material em celulares com a capacidade de regeneração. ...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.