Comprar um celular com bom custo-benefício no Brasil pode ser um grande desafio. Os smartphones top de linha custam muito – a exemplo do Galaxy S8 e do LG G6, que chegaram ao mercado nacional com preço mais alto do que o iPhone 7. Mesmo telefones como o Zenfone 3 e o Moto G5 Plus ultrapassam a faixa dos R$ 1 mil, oferecendo ficha técnica intermediária.
Para contornar os preços altos, consumidores optam por importar celulares de outros países, como os Estados Unidos. Dessa forma, é possível comprar os smartphones intermediários mais badalados do momento, com boas especificações e por valores mais baixos. Na lista a seguir, reunimos cinco telefones com bom custo-benefício que não estão à venda oficialmente no país, mas podem ser comprados no exterior. Em detalhes: a gente te explica as especificações do Moto G5 Plus
Xiaomi Redmi 4 Pro é um dos celulares com bom custo-benefício para importar em 2017 (Foto: Divulgação/Xiaomi ) Vale lembrar que é preciso tomar alguns cuidados antes de se importar um celular. O primeiro deles é estar atento ao imposto de importação, que é de 60% sobre o valor do produto. Há chances do imposto não ser cobrado, mas não conte com isso. Lembre-se também que nas compras com cartão de crédito incide o IOF, que é de 6,38% e que encare ainda mais o valor do produto. Também é preciso verificar se o chip 4G trabalha nas frequências utilizadas pelas operadoras brasileiras. Caso contrário, você pode acabar com um dispositivo que não reconhecerá as redes 3G/4G usadas no Brasil. Lista reúne celulares top de linha para importar no Brasil em 2017
1) Xiaomi Redmi 4 Pro O Redmi 4 Pro (ou Prime, como é conhecido internacionalmente) é uma boa opção de celular intermediário e, se fosse vendido no Brasil, faria frente a modelos como o Moto Z Play, da Motorola. Sua ficha técnica inclui tela LCD IPS de 5 polegadas com resolução Full HD (1920 x 1080 pixels), processador Qualcomm Snapdragon 625 octa-core com 2,0 GHz de frequência e GPU Adreno 506. Ele ainda traz memória RAM de 3 GB e armazenamento de 32 GB.
Xiaomi Redmi 4 Pro é barato e tem especificações intermediárias (Foto: Divulgação/Xiaomi) O Redmi Pro 4 conta com câmera traseira de 13 MP e uma frontal de 5 MP. O smartphone sai de fábrica com a MIUI 8 (interface própria da Xiaomi) e Android 6.0 Marshmallow. Ele ainda oferece recursos como leitor de impressões digitais, função dual chip e carcaça metálica nas cores ouro, preto e prata. O preço do Xiaomi Redmi 4 Pro nas lojas de importação varia de R...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.