Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Donos de Windows 10 ainda estão atualizando seus dispositivos com o Creators Update, a última grande atualização do sistema. E a próxima já tem data para chegar aos PCs e notebooks: a Windows 10 Fall Creators Update está prevista para setembro deste ano, com quatro pilares importantes, entre eles uma função de continuidade que integra computadores e celulares.

Chamada de Timeline em inglês, a nova função traz uma lista de aplicativos e áreas de trabalho que estiveram em uso recentemente – tanto no PC com Windows 10, quanto no celular com o Windows 10 na versão mobile.

Durante a conferência para desenvolvedores Build, em Seattle, a companhia revelou a função Pick Up From Where You Left, ou Continuar de Onde Parou em português. Os usuários poderão começar uma atividade no computador e depois continuar em um dispositivo móvel.

O exemplo apresentado no palco foi de uma fotógrafa que usa o smartphone para bater fotos de cães em um pet shop. Depois, as mesmas imagens aparecem automaticamente no computador com Windows 10 Fall Creators Update – com direito a um editor de vídeo que busca músicas diretamente do serviço Groove para compor a trilha sonora da produção visual.

A Área de Transferência faz muito sucesso, apesar de ser praticamente invisível para os usuários de Windows – é nela que ficam os dados de quando você pressiona a combinação CTRL C e CTRL V, para copiar e colar textos e fotos. O Fall Creators Update permitirá copiar um texto no telefone celular e colar no PC, e vice-versa.

Parte das funcionalidades de continuidade da próxima atualização do Windows já existe, faz algum tempo, no ecossistema da Apple. Um usuário de iPhone pode copiar um trecho de texto e depois colá-lo no Mac, entre outras possibilidades.

O Microsoft OneDrive também receberá uma uma novidade: o download de arquivos "sob demanda". Na prática, o serviço de arquivos na nuvem vai manter parte dos documentos no PC e parte na nuvem, e vai baixá-los conforme a necessidade do usuário. A ideia por trás disso é evitar que o armazenamento do HD ou SSD fique lotado.

O Windows 10 está presente em 500 milhões de dispositivos pelo mundo. Apesar da quantidade massiva de usuários, o sistema provavelmente não baterá a meta de estar em 1 primeiro bilhão de equipamentos no ano que vem. O Creators Update, por sua vez, foi instalado até agora em 400 milhões de máquinas.

*O jornalista viajou a convite da Microsoft

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.