Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

A Nvidia anunciou a Geforce MX150, novo de processador gráfico voltado para notebooks e que usa a arquitetura Pascal, a mais recente e avançada da marca. As novas placas seguem uma nomenclatura diferente daquela que o consumidor está acostumado: em vez das Geforce GTX 1050, por exemplo, o usuário encontrará em notebooks de entrada as Geforce MX150, que ocupam o espaço deixado pelas 940MX, encontradas em alguns notebooks vendidos no Brasil.

Dessa forma, o consumidor terá que se acostumar com os dois padrões de nomenclatura como maneira de separar as diferentes linhas de placas gráficas da marca.

Nvidia batiza novas placas intermediárias para notebooks com o nome de MX150, novas Geforce substituem as 940MX (Foto: Divulgação/Nvidia)Nvidia batiza novas placas intermediárias para notebooks com o nome de MX150, novas Geforce substituem as 940MX (Foto: Divulgação/Nvidia)

Nvidia batiza novas placas intermediárias para notebooks com o nome de MX150, novas Geforce substituem as 940MX (Foto: Divulgação/Nvidia)

Segundo a Nvidia, uma GPU MX150 terá três vezes mais performance que a linha Geforce 940MX que substitui, tudo isso entregando uma relação de performance por watt consumido superior. Na prática, os notebooks intermediários com placas gráficas dedicadas passaram a usufruir de desempenho bem melhor sem comprometer a bateria.

Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

GPUs desse tipo são sempre comparadas com as alternativas embarcadas de Intel e AMD na hora de decidir uma compra. A Nvidia afirma que, se comparada com uma GPU da Intel, a nova MX150 permite desempenho 2.5 vezes melhor em tarefas rotineiras de edição de imagens, como crop e redimensionamento.

Aprimoramentos da arquitetura Pascal garantem à MX150 três vezes mais performance do que o possível nas 940MX (Foto: Divulgação/Nvidia)Aprimoramentos da arquitetura Pascal garantem à MX150 três vezes mais performance do que o possível nas 940MX (Foto: Divulgação/Nvidia)

Aprimoramentos da arquitetura Pascal garantem à MX150 três vezes mais performance do que o possível nas 940MX (Foto: Divulgação/Nvidia)

A MX150 deverá apresentar memórias tipo GDDR5 com interface de 64 bits. O processador dispõe de 384 núcleos CUDA e acompanhada de 2 GB de memória. A aposta é de que os primeiros notebooks equipados com a nova GPU de entrada para portáteis da Nvidia apareçam no mercado ao longo do segundo semestre.

Qual é o melhor e mais em conta notebook do Brasil? Comente no Fórum do TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.