Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

O LinkedIn, rede social voltada para a área profissional, passou por uma modificação tanto em seu visual na web, como no sistema de busca. Customizada, a ferramenta agora ajuda o usuário a encontrar pessoas, vagas e empresas de uma forma rápida e simples. A função também é equipada com recursos que permitem filtrar os resultados, localizando o conteúdo que realmente interessa. Entre as opções disponíveis, estão a restrição por área de trabalho ou mesmo escolas frequentadas. Se você usa o LinkedIn como ferramenta para encontrar vagas, confira estas dicas para usá-lo melhor.

Dicas ajudam você a fazer buscas por pessoas, empresas e vagas no LinkedIn (Foto: Divulgação/Linkedin)Dicas ajudam você a fazer buscas por pessoas, empresas e vagas no LinkedIn (Foto: Divulgação/Linkedin)

Dicas ajudam você a fazer buscas por pessoas, empresas e vagas no LinkedIn (Foto: Divulgação/Linkedin)

Aplicativo do TechTudo: dicas e notícias de tecnologia no celular

1. Busca por pessoas

Para localizar uma pessoa específica, digite seu nome da barra de pesquisas. Uma lista de sugestões será exibida automaticamente. Para selecionar uma delas, basta clicar no nome. Já se a pessoa desejada não foi encontrada, tecle “Enter” para acessar a página de resultados, onde será possível escolher filtros customizados.

Busca do LinkedIn permite encontrar pessoas por nome, cargo e escola (Foto: Reprodução/LinkedIn)Busca do LinkedIn permite encontrar pessoas por nome, cargo e escola (Foto: Reprodução/LinkedIn)

Busca do LinkedIn permite encontrar pessoas por nome, cargo e escola (Foto: Reprodução/LinkedIn)

O LinkedIn, no momento, permite restringir os resultados de busca de acordo com empresas onde o contato trabalha ou trabalhou, localização, escolas frequentadas e palavras-chave específicas. Quando o usuário desejado for encontrado, é possível enviar mensagens, adicioná-lo como contato ou segui-lo.

2. Busca por emprego ou universidade

Além de usuários, é possível buscar por uma profissão, universidade ou empresa específicas seguindo o mesmo método. Os resultados obedecem os mesmos tipos de filtros mas, neste caso, é possível também criar um alerta de busca para empresas e profissões clicando no botão acima dos filtros. Este recurso faz com que o usuário receba, por e-mail, as principais atualizações nos resultados de pesquisa na frequência desejada. Atualmente, já é possível, inclusive, salvar as buscas anteriores.

Rede social envia alertas para vagas e empresas (Foto: Reprodução/LinkedIn)Rede social envia alertas para vagas e empresas (Foto: Reprodução/LinkedIn)

Rede social envia alertas para vagas e empresas (Foto: Reprodução/LinkedIn)

3. Buscas por palavra-chave

Um dos filtros disponíveis na busca de usuários permite adicionar palavras-chave para ajudar a encontrar uma pessoa específica. Com ele, é possível limitar os resultados de acordo com o primeiro e último nome do contato desejado, além de seu título e empresa atual ou escola frequentada. Estas alterações são persistentes e continuam em efeito até que o usuário os remova.

4. Busca usando E, OU e NÃO

O LinkedIn também permite usar os operadores os termos E, OU e NÃO nas buscas para complementar os filtros. Caso você queira buscar uma pessoa pela universidade em que estudou, mas não sabe qual foi ao certo, pode pesquisar por: João Fernandes (UFRJ ou UERJ), por exemplo. Nestes casos, é possível usar parênteses e aspas para especificar frases e termos com mais de uma palavra.

Via LinkedIn

Qual a diferença entre os planos de Upgrade do LinkedIn? Troque dicas no Fórum do TechTudo.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.