Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

A Apple apresentou durante a WWDC 2017 o HomePod, uma caixa de som inteligente que promete acirrar a disputa com o Amazon Echo e o Google Home. O dispositivo conta com a Siri, a assistente pessoal do iOS, e permite controlar músicas e uma série de opções, desde ativar o despertador a controlar aparelhos domésticos, além de acender e apagar as luzes da casa.

O HomePod começa a ser vendido em dezembro nos Estados Unidos, Austrália e Reino Unido por US$ 349, em torno de R$ 1.150 na cotação atual e sem os impostos. Ainda não há informações sobre o início das vendas no Brasil.

HomePod precisa estar conectado em uma tomada para funcionar (Foto: Divulgação/Apple) (Foto: Divulgação/Apple)HomePod precisa estar conectado em uma tomada para funcionar (Foto: Divulgação/Apple) (Foto: Divulgação/Apple)

HomePod precisa estar conectado em uma tomada para funcionar (Foto: Divulgação/Apple) (Foto: Divulgação/Apple)

Ao contrário dos seus principais concorrentes, a Apple tenta vender o HomePod como uma caixa de som smart voltada principalmente para música. O dispositivo é linkado ao Apple Music - ainda não ficou claro se outros apps de streaming serão compatíveis - e consegue sugerir playlists de acordo com o gosto do usuário.

O ponto forte está na qualidade do som. São sete tweeters além de um woofer com a promessa de oferecer um áudio em 360 graus limpo e consistente, sem deixar de lado os graves e baixos.

Além disso, de acordo com a empresa, o HomePod se adapta ao local onde ele é colocado. A caixa smart analisa a acústica do ambiente e consegue modificar a orientação do áudio tornando, assim, a experiência mais imersiva. Ao adicionar mais de uma HomePod em uma sala, por exemplo, os aparelhos se comunicam entre si equilibrando-se automaticamente.

Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

Muito mais que música

Porém, não é só de música que o HomePod é feito. O dispositivo traz um conjunto de tecnologias que podem jogar lenha na disputa entre os assistentes pessoais domésticos, dominada até agora pelo Amazon Echo e sua Alexa.

O HomePod conta com uma captação de áudio inteligente que promete entender o que está sendo falado, mesmo quando a música estiver tocando. Ao todo são seis microfones posicionados para captação em 360 graus.

Outra parte importante é o processador. O aparelho traz o A8, mesmo chip que integra o iPhone 6. Com isso, a promessa é de que, além de uma captação de áudio mais eficiente que o Amazon Echo e o Google Home, o sistema não tenha problemas com travamentos na hora de analisar as informações.

HomePod será lançado em duas opções de cores: branco e preto (Foto: Reprodução/Apple)HomePod será lançado em duas opções de cores: branco e preto (Foto: Reprodução/Apple)

HomePod será lançado em duas opções de cores: branco e preto (Foto: Reprodução/Apple)

O dispositivo não é portátil, já que precisa estar conectado na tomada. O gadget traz Wi-Fi AC e compatibilidade com AirPlay 2. Ele estará disponível em duas cores (branco e preto) e pesa 2,5Kg. O aparelho também conta com uma parte sensível ao toque na área superior, onde é possível reproduzir, pausar e ajustar o volume. Na área também está posicionado um LED de indicação de uso da Siri.

Hey, Siri

A Siri, assim como no iPhone e iPad, é a assistente pessoal do HomePod. Além da integração com o Apple Music, onde será possível escolher e trocar músicas, a assistente será capaz de desempenhar outras funções. Se quiser saber quem é o baixista da banda que está tocando é só perguntar à assistente, por exemplo.

Será possível perguntar sobre as notícias, ajustar o despertador, perguntar sobre o tempo. Mas a parte mais interessante está na automação residencial. O dispositivo é compatível com os acessórios compatíveis com o HomeKit - plataforma de desenvolvimento da Apple. Com isso basta dar o comando para Siri desligar as luzes, ligar o ar condicionado ou abaixar as cortinas.

A dúvida é como está a otimização da Siri para o aparelho já que nos outros dispositivos da Apple o reconhecimento de voz por vezes é impreciso.

Apesar da captação de áudio otimizada, a empresa garante que não invadirá a privacidade dos usuários do HomePod, assunto que permeou o Amazon Echo. De acordo com a Apple, o áudio só será captado quando o comando ‘Hey, Siri’ for dado. As informações serão criptografadas.

O que é melhor: notebook, ultrabook, MacBook? Comente no Fórum do TechTudo.

Via CNet e Apple

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.