A Apple reduziu pela metade o preço do plano de 2 TB do iCloud. O serviço passou de US$ 19,99 (cerca de R$ 65, pela cotação de hoje) para US$ 9,99 (aproximadamente R$ 32,50) por mês, valor que antes era cobrado pelo armazenamento de 1 TB ─ opção que, por sinal, foi eliminada. A companhia manteve os planos de 50 GB a US$ 0,99 (cerca de R$ 3,25) e 200 GB a US$ 2,99 (aproximadamente R$ 9,80).
A moeda brasileira não é suportada para a compra do upgrade no serviço de armazenamento na nuvem. Por essa razão, os valores são cobrados em dólar dos Estados Unidos mesmo para dispositivos que estejam em território nacional. Quem não quiser adquirir um plano pago continuará com os 5 GB de espaço grátis.
Apple renova preços do iCloud (Foto: Divulgação/Apple) iOS 11: as novidades da tela inicial e Central de Controle do iPhone
Os valores acima não incluem o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), cobrado ao realizar compras com cartão de crédito em moeda estrangeira. A alíquota para este tipo de transação é de 6,38%, aplicada no dia do fechamento do cartão. Considerando a cotação desta terça-feira (6), os preços finais ficariam em aproximadamente R$ 3,45 para o plano de 50 GB, R$ 10,50 para 200 GB e R$ 34,85 para o de 2 TB, todos cobrados mensalmente. A mudança na tabela foi feita após a WWDC 2017. Durante a conferência voltada para desenvolvedores, a Apple ainda anunciou que os novos sistemas iOS 11 e MacOS High Sierra contarão com um pla...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.