Computadores tudo em um, ou All-in-One, são opções interessantes para quem precisa de uma máquina eficiente e que não ocupe muito espaço. Longe do incomodo dos cabos e dos espaços maiores exigidos pelos PCs com gabinetes tradicionais, esses computadores tem perfil que atrai tanto consumidores domésticos como corporativos, dispostos a abrir mão da alta performance em favor da conveniência.
Vale a pena investir em um computador All-in-One? Veja prós e contras Na lista a seguir, você vai conhecer ótimas opções de computadores "tudo em um" desse tipo disponíveis no mercado nacional, tudo sem passar dos R$ 3.000.
Computadores tipo All-in-One são mais compactos e práticos (Foto: Divulgação/LG)
Positivo Union – R$ 1.170 Com processador Celeron, o computador da marca brasileira é o mais simples da lista. Além da CPU econômica, de apenas 2.2 GHz, o modelo oferece tela de baixa resolução, 1280 x 720, em 18,5 polegadas. A simplicidade das configurações continua na memória: 4 GB de RAM DDR3.
PC da Positivo tem versão bem acessível com processador Celeron (Foto: Divulgação/Positivo) Em termos de armazenamento, a Positivo oferece o modelo de entrada com uma unidade SSD de apenas 32 GB. Sem unidade de DVDs, o Union força o usuário a apelar para HDs externos e pendrives para manter seus arquivos localmente. O computador tem HDMI, quatro portas USB, suporte a Bluetooth e Wi-Fi, além de conectividade via cabo de rede.
LG AIO 22v240 – R$ 2.000
Computador da LG tem processador simples e especificações de entrada (Fo...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.