Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Comprar um SSD, especialmente para aqueles que nunca investiram nesse tipo de tecnologia, pode ser uma tarefa complexa: existem diversos formatos físicos, várias interfaces e o suporte a essas tecnologias varia bastante de placa-mãe para placa-mãe, de notebook para notebook. Abaixo, você vai entender o que são e para que servem os tamanhos e chaves de conexão dos SSDs do tipo M.2, para comprar o modelo correto para as suas necessidades.

SSDs M.2 podem ter diferentes tamanhos

SSD 950 Pro da Samsung é do tipo 2280 e com chave M. Confuso? Abaixo você entende o que isso significa na prática (Foto: Divulgação/Samsung)SSD 950 Pro da Samsung é do tipo 2280 e com chave M. Confuso? Abaixo você entende o que isso significa na prática (Foto: Divulgação/Samsung)

SSD 950 Pro da Samsung é do tipo 2280 e com chave M. Confuso? Abaixo você entende o que isso significa na prática (Foto: Divulgação/Samsung)

A numeração que você lê nos modelos de diferentes fabricantes refere-se basicamente às dimensões físicas do SSD. Existem modelos de 30, 42, 60, 80 e 110 milímetros de comprimento (a largura é sempre de 22 mm). Por isso, você encontra no mercado versões como 2230 ou 2280 de um mesmo SSD.

A razão para que existam cinco opções diferentes tem origem no fato de que as aplicações dos SSD em sistemas com menos espaço disponível; como notebooks, Chromebooks e ultrabooks, dependia da existência de unidades de 30 ou 20 milímetros.

Imagem compara SSDs 2280, 2260 e 2242 (Foto: Divulgação/Transcend)Imagem compara SSDs 2280, 2260 e 2242 (Foto: Divulgação/Transcend)

Imagem compara SSDs 2280, 2260 e 2242 (Foto: Divulgação/Transcend)

Além disso, com um comprimento maior, o SSD tem mais espaço físico disponível para que mais módulos sejam disponibilizados, aumentando o total de espaço do disco: você pode achar SSDs M.2 2280 de 1 TB, mas nunca encontrará um 2230 com esse total de espaço.

Por isso que geralmente unidades 2280 são usadas como discos de sistema, enquanto que SS30 e SS42 tendem a serem usados como caches de alta velocidade.

O tamanho influencia no tipo de SSD?

Em geral, o tamanho não influencia o funcionamento do disco. Mas, se seu computador só tem espaço para SSDs 2230 ou 2242, é possível que o suporte a esses SSDs seja definido pelo fabricante como caches ou como unidade para reiniciar o sistema. Nesse sentido, não só um disco SSD 2280 não caberia no seu computador como possivelmente sequer funcionaria para guardar dados.

Por conta disso, é bem importante pesquisar as especificações do seu computador para ter uma ideia do que ele aceita em termos de SSDs.

Conectores, ou keys, B, M e B+M

Tabela compara os diferentes tipos de keys (ou Tabela compara os diferentes tipos de keys (ou

Tabela compara os diferentes tipos de keys (ou "encaixes) para SSDs M.2. Note que o tipo B+M é o ideal porque pode ser instalado em placas B ou M (Foto: Divulgação/Kingston)

Outro diferencial físico dos SSDs do formato M.2 está nos tipos de conectores possíveis que, assim como o tamanho do disco, pode representar incompatibilidade, dependendo do sistema. E aqui, ao contrário do tamanho das unidades, pode haver diferença de performance.

SSDs com key B podem acessar interfaces PCIe x2, enquanto que unidades M podem operar em PCIe x4, desde que o suporte a essas interfaces seja oferecido pelo sistema. Modelos B+M são compatíveis com os dois encaixes. Além de suporte a PCIe, todas essas chaves também operam em SATA, a depender do modelo de SSD e da placa-mãe.

Assim como nos tamanhos, é fundamental saber que tipo de chave a placa do seu computador acomoda: B, M ou B+M. Um SSD B não encaixa num slot M, mesmo que seja do comprimento correto para o seu computador.

Por que um computador não funciona em 64bits? Comente no Fórum do TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.