Dragon Ball FighterZ, desde seu anúncio, é um game que está gerando uma alta expectativa. Com o lançamento previsto para fevereiro de 2018 no PS4, Xbox One e PC, o jogo de luta tem produção do estúdio Arc System Works, o mesmo da série Guilty Gear, e utiliza personagens do desenho criado por Akira Toriyama. Em seu recente beta fechado promovido pela Bandai Namco, pudemos ter uma ideia ainda melhor da aventura e gameplay experimentando seu modo online – agora com novos personagens, como Piccolo, Kuririn e Androide 18. Saiba o que achamos até agora:
Dragon Ball FighterZ chega em fevereiro, com edição de colecionador
Escolhendo seu avatar A primeira surpresa ao testar Dragon Ball FighterZ é ver que seu modo online possui um divertido “lobby” (uma espécie de sala virtual) onde passeamos com o pequeno avatar criado ao entrar no jogo. É preciso escolher um boneco que represente seu lutador, independentemente das habilidades em combate. Assim você interage pelo mapa, assistindo replays, lutas ou participando dos embates na grande arena central.
Dragon Ball FighterZ: testamos o beta (Foto: Reprodução/Felipe Vinha) Outro ponto interessante é que não há uma tela tradicional de seleção de lutadores. Você deve escolher seu time previamente para, quando encontrar um adversário online, já ir direto para o combate. Não dá para saber se essa mecânica vai se manter na versão final, contudo, todo o esquema do lobby ficou muito bem montado e divertido e esperamos que boa parte se mantenha.
O poder dos Guerreiros Z Você já deve ter lido nosso outro preview realizado durante a feira E3 2017, mas, se ainda não leu, saiba que Dragon Ball FighterZ é o jogo de luta que você sempre sonhava quando via o anime. Na verdade, Dragon Ball sempre foi bem servido em termos de games, mesmo nas fitas do Super Nintendo. O que acontece agora é que ele está em um nível completamente diferente e muito mais próximo da experiência de viver o desenho.
Dragon Ball FighterZ: testamos o beta (Foto: Reprodução/Felipe Vinha) O que mudou desde sua revelação para cá? Dragon Ball FighterZ é, atualmente, extremamente bem balanceado e divertido. Temos nossas dúvidas se a jogabilidade vai mudar muito até o lançamento final. O que vimos no beta, porém, é que o título continua ágil, com comandos precisos e lutas tão frenéticas que, vez ou outra, você vai ficar com uma grande expressão de surpresa no rosto, mesmo já tendo jogado por algumas horas. Infelizmente, como a fase de testas era apenas online, não havia...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.