Dois pesquisadores independentes da Universidade Católica de Leuven (KU Leuven), na Bélgica, reportaram nesta segunda-feira ter encontrado uma falha de segurança em conexões Wi-Fi. Mathy Vanhoef e Frank Piessens detectaram uma vulnerabilidade no protocolo WPA2, que garante que todas as redes de Internet sem fio estejam protegidas. Ainda não há notícia de que a brecha tenha sido explorada por hackers. Porém, atacantes podem se aproveitar dessa lacuna para roubar informações confidenciais em sites sem https, como senhas ou números de cartão de crédito.
Lista revela cidades com mais dispositivos vítimas de botnet "Se o seu dispositivo suportar Wi-Fi, provavelmente será afetado”, disse a dupla no site krackattacks.com, que criaram para fornecer informações técnicas do caso.
Se o seu dispositivo suportar Wi-Fi, provavelmente será afetado Vanhoef teria realizado um novo tipo de ataque handshake de quatro vias sobre o protocolo WPA2. Isso significa que o pesquisador encontrou uma maneira de contornar a segurança oferecida pelo protocolo de rede. Sempre que alguém se conecta em uma rede Wi-Fi, um handshake é executado para criar uma nova chave de criptografia para todo o tráfego que vai existir a partir daquela conexão. O handshake (aperto de mão, em português) é o nome do processo pelo qual duas máquinas firmam um acordo, em que uma reconhece a outra e instituem que estão prontas para iniciar a comunicação sem interferências. Para garantir a segurança dessa conversa, uma chave deve ser instalada e usada apenas uma vez. O ...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.