Uma falha de segurança no protocolo WPA2 — principal tecnologia de segurança de redes Wi-Fi — foi encontrada, pondo em risco usuários de Internet sem fio. O problema causa preocupação pela escala, já que até os pontos de acesso mais seguros recorrem ao mesmo método inseguro para criptografar o tráfego. A tendência é de que leve tempo até que fabricantes de roteadores, celulares e computadores liberem uma correção. Vale ressaltar que o Google e a Microsoft se comprometeram com essa missão. Veja, a seguir, dicas de como se proteger enquanto isso.
Falha em Wi-Fi é grave, mas risco é reduzido pelo método de invasão
Especialistas dispensam WPA3 após falha no Wi-Fi e dão dicas de proteção
Aprenda a se proteger contra invasores na rede Wi-Fi depois da falha do WPA2 (Foto: Reprodução/TechTudo) Todas as redes Wi-Fi podem ser interceptadas por hackers que explorem a vulnerabilidade do WPA2, desde que possam alcançar o sinal — estejam próximos fisicamente. Windows, macOS, Linux, Android e iOS são afetados. Por isso, é preciso redobrar o cuidado ao navegar na Internet por conexões wireless.
1. Atualize o roteador A Wi-Fi Alliance, entidade que reúne fabricantes de aparelhos com tecnologia sem fio, se apressa para acionar empresas do mundo todo e acelerar o desenvolvimento de soluções para a falha do WPA2. No entanto, patches de segurança que deverão chegar não servirão de nada se o usuário não fizer a instação — a atualização de firmware não é tão simples quanto a de software. Fique atento a atualizações de firmware para o seu roteador e entre em contato com a provedora de Internet para obter solução e saber se já existe uma correção disponível para o seu modelo. Cada roteador tem um jeito diferente de realizar a tarefa, mas, em geral, o procedimento é parecido em fabricantes diferentes.
2. Baixe updates para seus aparelhos Para solucionar a falha, tanto roteadores quanto os aparelhos que se conectam a eles precisam receber os pacotes de correção. Instale o mais rápido possível as atualizações oferecidas pelo fabricante do PC com Windows ou computador com macOS, celulares com Android e iPhone iOS, além de outros dispositivos que se conectam ao Wi-Fi. A Microsoft soltou uma correção no último dia 10 de outubro. Para receber, basta manter o Windows Update ativado e atualizado. Lembre-se de ficar atento a eventuais golpes online que tentam enganar usuários com falsos links de atualização. Seu celular nunca pedirá para realizar um update de software por meio d...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.