Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Notebook com a bateria acabando rápido é um problema enfrentado pela maior parte dos usuários, em algum momento da vida útil do aparelho. E, quando isso acontece, é difícil identificar a causa. É quase impossível monitorar manualmente em que condições ela acaba, com qual frequência ou se atinge o prometido pela fabricante.

Felizmente, os Windows 10 e 8 contam com uma ferramenta que cria um relatório completo sobre a bateria do laptop. As informações ajudam a avaliar se há defeito no componente, se ele está "viciado", se consegue carregar toda a sua capacidade, ou mesmo o modelo correto, para quando for necessário trocar. Neste tutorial, vamos mostrar como fazer o relatório e entender os dados fornecidos por ele.

Aprenda a criar um relatório completo sobre a bateria do seu notebook no Windows (Foto: Isabela Giantomaso/TechTudo)Aprenda a criar um relatório completo sobre a bateria do seu notebook no Windows (Foto: Isabela Giantomaso/TechTudo)

Aprenda a criar um relatório completo sobre a bateria do seu notebook no Windows (Foto: Isabela Giantomaso/TechTudo)

Criando o relatório da bateria

Passo 1. Digite "Prompt de Comando" no campo de buscas da barra de tarefas do Windows. Clique com o botão direito no Prompt de Comando e selecione "Executar como administrador";

Execução de Prompt de Comando no Windows como administrador (Foto: Reprodução/Raquel Freire)Execução de Prompt de Comando no Windows como administrador (Foto: Reprodução/Raquel Freire)

Execução de Prompt de Comando no Windows como administrador (Foto: Reprodução/Raquel Freire)

Passo 2. Digite o comando powercfg /batteryreport /output "C:\battery_report.html" , mantendo as aspas. Confira como o comando ficará no prompt na imagem a seguir;

Comando para geração de relatório de bateria no Prompt de Comando (Foto: Reprodução/Raquel Freire)Comando para geração de relatório de bateria no Prompt de Comando (Foto: Reprodução/Raquel Freire)

Comando para geração de relatório de bateria no Prompt de Comando (Foto: Reprodução/Raquel Freire)

Passo 3. Pressione a tecla Enter. Aparecerá a mensagem "Relatório de duração da bateria salvo no caminho do arquivo C:\battery_report.html". Pronto, o relatório completo da sua bateria já foi criado e está salvo no local especificado - neste exemplo, no diretório "C:". Feche o Prompt de Comando.

Mensagem de êxito na criação do relatório da bateria do notebook (Foto: Reprodução/Raquel Freire)Mensagem de êxito na criação do relatório da bateria do notebook (Foto: Reprodução/Raquel Freire)

Mensagem de êxito na criação do relatório da bateria do notebook (Foto: Reprodução/Raquel Freire)

Acessando e entendendo o relatório

Passo 1. Acesse o diretório "C:" e note que o arquivo battery_report está nele, com formato html. Escolha o navegador de sua preferência e abra o arquivo normalmente;

Arquivo battery_report salvo no diretório escolhido no Prompt de Comando (Foto: Reprodução/Raquel Freire)Arquivo battery_report salvo no diretório escolhido no Prompt de Comando (Foto: Reprodução/Raquel Freire)

Arquivo battery_report salvo no diretório escolhido no Prompt de Comando (Foto: Reprodução/Raquel Freire)

Passo 2. Na primeira parte do relatório serão exibidas informações sobre seu computador, como nome e modelo do notebook, BIOS, versão do sistema operacional e data e hora de criação do relatório;

Cabeçalho do relatório da bateria exibe informações gerais do notebook (Foto: Reprodução/Raquel Freire)Cabeçalho do relatório da bateria exibe informações gerais do notebook (Foto: Reprodução/Raquel Freire)

Cabeçalho do relatório da bateria exibe informações gerais do notebook (Foto: Reprodução/Raquel Freire)

Passo 3. Logo abaixo vem a seção "Installed batteries", que mostra as baterias instaladas no laptop (neste exemplo só há uma, modelo L15M2PB5 fabricado pela SMP). Por aqui já é possível perceber eventuais problemas. O campo "Design Capacity" indica a capacidade que a bateria foi projetada para aguentar, mas a carga real - "Full charge capacity" - quase nunca chega a esse valor.

Baterias novas tendem a apresentar uma diferença muito pequena entre os dois tópicos - como é neste caso, com 35 mWh para 39 mWh. Na medida em que o tempo passa, o componente vai perdendo sua capacidade de segurar a carga e o valor de "Full charge capacity" pode ficar bem menor que o de "Design Capacity".

O campo "Cycle Count" aponta quantas vezes a bateria usou 100% de sua carga e depois foi completamente recarregada. Também é possível contar um ciclo se a carga foi a 50%, voltou a 100% e depois foi a 50% novamente, por exemplo. Como os sistemas de contagem são complexos - até porque normalmente plugamos o notebook na tomada antes de chegar a 0% -, é bastante comum que este item fique sem valor.

Seção  Seção

Seção "Installed batteries " pode indicar problemas na bateria (Foto: Reprodução/Raquel Freire)

Em todo caso, esses três tópicos podem indicar a saúde da bateria. Se o "Cycle Count" está apresentando contagem alta e o "Full charge capacity" está menos da metade do "Design Capacity", provavelmente sua bateria está acabando rapidamente e vai precisar ser trocada em breve;

Passo 4. Em "Recent usage" é exibido o estado da bateria nos últimos três dias. Organizados em uma tabela, os dados mostram a hora em que o sistema foi iniciado, qual era a fonte de alimentação e qual capacidade restante no momento em que o notebook foi ligado;

Recent usage exibe  exibidos estados da bateria nos últimos três dias (Foto: Reprodução/Raquel Freire)Recent usage exibe  exibidos estados da bateria nos últimos três dias (Foto: Reprodução/Raquel Freire)

Recent usage exibe exibidos estados da bateria nos últimos três dias (Foto: Reprodução/Raquel Freire)

Passo 5. A seção "Battery Usage" apresenta tabela e gráfico mostrando como a carga da bateria foi consumida nos últimos três dias. No exemplo abaixo, depois de 3h01 de uso no dia 10 de outubro, a bateria foi consumida em 95% e isso foi equivalente a 32 mWh na ocasião;

Battery Usage mostra consumo de bateria nos últimos três dias (Foto: Reprodução/Raquel Freire)Battery Usage mostra consumo de bateria nos últimos três dias (Foto: Reprodução/Raquel Freire)

Battery Usage mostra consumo de bateria nos últimos três dias (Foto: Reprodução/Raquel Freire)

Passo 6. Por fim, pulando para "Battery capacity history" podemos ver se a bateria está viciada. Isso porque essa seção mostra o histórico de capacidade de carga da bateria, tornando possível saber se está havendo redução do desempenho e em que velocidade. Neste exemplo, é possível perceber que a capacidade real da bateria está caindo consideravelmente rápido - no início ela conseguia carregar 38 mWh e, cinco meses depois, suporta em média 34 mWh.

Battery capacity history pode mostrar se bateria está viciada (Foto: Reprodução/Raquel Freire)Battery capacity history pode mostrar se bateria está viciada (Foto: Reprodução/Raquel Freire)

Battery capacity history pode mostrar se bateria está viciada (Foto: Reprodução/Raquel Freire)

Com esta dica, agora você pode fazer um diagnóstico completo da sua bateria e monitorar a hora ideal para realizar a troca.

Notebook: dicas para resolver os principais problemas do teclado 

Notebook: dicas para resolver os principais problemas do teclado

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.