Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

O iPhone 8 e o iPhone 8 Plus chegam ao Brasil ainda neste ano como opções de upgrade para quem tem modelos antigos. Eles devem enfrentar a concorrência acirrada do Galaxy S8 e Galaxy S8 Plus, da Samsung, que desembarcaram no país há alguns meses e desde então caíram de preço. A dúvida que fica é a seguinte: o consumidor deve esperar o lançamento do iPhone e pagar caro por um smartphone que não é o mais poderoso da Apple, visto que o iPhone X também vem aí?

Para vencer a disputa, a Apple aposta na conhecida integração entre hardware e software que resulta em desempenho fluido no dia a dia. Além disso, apesar do S8 ser conhecido pela quantidade de funções, há pelo menos oito recursos exclusivos do iPhone 8 que não estão presentes no rival, conforme você vê nas linhas a seguir.

Lançamentos da Apple em 2017: vídeo apresenta o iPhone 8, o iPhone 8 Plus e o iPhone X

Lançamentos da Apple em 2017: vídeo apresenta o iPhone 8, o iPhone 8 Plus e o iPhone X

1. Touch ID

A Apple abandonou o Touch ID no iPhone X, mas o leitor de impressões digitais permanece no iPhone 8 – e melhor, na parte frontal, junto do botão Home. Se no Galaxy S8 o sensor biométrico fica localizado na traseira do aparelho, o celular da Apple segue com o posicionamento clássico do componente logo abaixo da tela.

O Touch ID é uma vantagem para quem tem mãos pequenas e, por isso, tem dificuldades de alcançar o leitor do S8 próximo à câmera. Além disso, só com o recurso na parte frontal é possível desbloquear o celular confortavelmente sobre a mesa sem precisar digitar senhas.

iPhone 8 continua com sensor de impressões digitais na frente (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)iPhone 8 continua com sensor de impressões digitais na frente (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

iPhone 8 continua com sensor de impressões digitais na frente (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

2. Botão de início

O novo design do Galaxy S8 traz uma tela que ocupa a maior parte do setor frontal, deixando de lado o clássico botão de início do aparelho. Embora haja quem se acostume com a tecla sob o display, parte do público pode querer uma solução mais tradicional. No iPhone 8, a Apple mantém o botão de início como no iPhone 7, dando acesso rápido à Siri.

iPhone 8 tem botão vibratório multifunção (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)iPhone 8 tem botão vibratório multifunção (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

iPhone 8 tem botão vibratório multifunção (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

3. 3D Touch

A Apple implementou o 3D Touch no iPhone 6S e a mantém a função na linha atual, incluindo os iPhones 8 e 8 Plus. O recurso permite acessar menus secundários em vários cenários de uso, que vão desde atalhos da tela inicial até funções ocultas dentro de apps. No iOS 11, o toque forçado na tela é essencial para usar alguns recursos do aparelho, como as notificações da tela inicial.

iPhone 8 tem 3D touch para abrir atalhos (Foto: Reprodução/Apple)iPhone 8 tem 3D touch para abrir atalhos (Foto: Reprodução/Apple)

iPhone 8 tem 3D touch para abrir atalhos (Foto: Reprodução/Apple)

4. Processador A11 Bionic

O processador do iPhone é mais uma vez um dos destaques do aparelho. O chip A11 Bionic vem superando os principais rivais no mercado em testes de performance, vencendo o Snapdragon 835, da Qualcomm (utilizado no S8 vendido nos EUA) e o Exynos 8895, da Samsung (presente na versão brasileira do S8) em todas as análises.

Em alguns casos, o iPhone 8 apresenta até o dobro da velocidade frente a qualquer aparelho Android, incluindo o Galaxy S8. Além disso, segundo a própria Apple, o celular alcança velocidades até 70% maiores que as vistas no iPhone 7, modelo com chip A10 Fusion.

Somente testes mais aprofundados podem dar o resultado definitivo. Entretanto, ao menos segundo os apps de benchmark, o novo processador da maçã pode estar pelo menos uma geração à frente do componente que vem no S8.

iPhone 8 tem processador mais potente do mercado (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)iPhone 8 tem processador mais potente do mercado (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

iPhone 8 tem processador mais potente do mercado (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

5. Vídeo 4K a 60 quadros por segundo

Tanto iPhone 8 quanto Galaxy S8 gravam vídeos em 4K, mas somente o celular da Apple realiza a tarefa capturando 60 quadros por segundo (fps). O rival da Samsung estaciona na metade, com vídeos a 30 fps. O resultado é uma superioridade perceptível em gravações com o smartphone, pois vídeos feitos com o iPhone na configuração máxima tendem a ser mais fluidos. Por enquanto, os iPhone 8, 8 Plus e iPhone X são os únicos modelos do mundo com esse recurso – outra vantagem do processador A11 Bionic.

iPhone 8 grava vídeo mais fluido em 4K a 60 fps (Foto: Divulgação/Apple)iPhone 8 grava vídeo mais fluido em 4K a 60 fps (Foto: Divulgação/Apple)

iPhone 8 grava vídeo mais fluido em 4K a 60 fps (Foto: Divulgação/Apple)

6. Dual camera na versão Plus

O iPhone 8 Plus tem como principal diferencial um sistema de câmera dupla para tirar fotos melhores. Com um sensor secundário, o iPhone pode identificar melhor a profundidade dos objetos em um cenário e capturar fotos com fundo borrado no chamado Modo Retrato. Além disso, a segunda lente permite aplicar um zoom óptico de 2x, que não distorce a imagem.

O Galaxy S8 não tem câmera dupla e, por isso, não é capaz de aplicar zoom sem perda de qualidade. O celular oferece um recurso de borrar o fundo, mas os resultados tendem a ser piores por conta da dependência unicamente de software.

iPhone 8 Plus tem câmera dupla que produz fotos com efeito retrato (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)iPhone 8 Plus tem câmera dupla que produz fotos com efeito retrato (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

iPhone 8 Plus tem câmera dupla que produz fotos com efeito retrato (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

7. Som estéreo

O iPhone 8 continua com o mesmo sistema de som que estreou no iPhone 7, com direito a áudio estéreo. O celular da Apple possui dois alto-falantes, resultando numa qualidade superior ao ouvir música e assistir a vídeos. Além disso, a presença de duas saídas de som diminui as chances de ter o áudio abafado com as mãos ao segurar o aparelho em determinada posição.

Esse é um problema comum no Galaxy S8, que só conta com um alto-falante, localizado na parte inferior, ao lado da entrada USB-C. A saída única emite sempre áudio mono, e ainda torna recorrente o bloqueio de som ao jogar no celular, por exemplo, pois a tendência é tapá-la com a mão.

iPhone 8 tem dois alto-falantes para entregar som estéreo, assim como o iPhone 7 (foto) (Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo)iPhone 8 tem dois alto-falantes para entregar som estéreo, assim como o iPhone 7 (foto) (Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo)

iPhone 8 tem dois alto-falantes para entregar som estéreo, assim como o iPhone 7 (foto) (Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo)

8. Elevar para despertar

O recurso Elevar para Despertar é outro que chegou no iPhone 7, permanece no iPhone 8 e não existe no rival Galaxy S8. A função usa os sensores do aparelho para entender quando o usuário pega o celular da mesa ou do bolso e o coloca no campo de visão, acendendo a tela automaticamente. A ideia é que o smartphone possa exibir notificações sempre que necessário, dispensando o botão físico e economizando o máximo de bateria.

No S8 não há meio-termo. Ou o celular fica sempre com a tela apagada e exige interação direta para mostrar notificações, ou fica com a tela sempre acesa (Always On Display), em modo de baixo consumo, mostrando os alertas no display.

iPhone 8 acende a tela automaticamente (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)iPhone 8 acende a tela automaticamente (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

iPhone 8 acende a tela automaticamente (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

Comprar o Galaxy S8 ou esperar pelo iPhone 8? Opine no Fórum do TechTudo.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.