Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

O Quantum Sky e o Moto G5S Plus são alternativas para quem procura celulares intermediários com funções premium. Fabricado no Brasil, o Sky é a aposta da Quantum (uma empresa do grupo Positivo) para rivalizar com a popular linha Moto G, da Motorola. Ambos os smartphones têm tela de 5,5 polegadas Full HD, processador octa-core de 2 GHz e preços abaixo dos R$ 1,5 mil.

No entanto, a presença da câmera dupla no G5S Plus, o dobro de megapixels no sensor frontal do Sky e a quantidade de memória RAM em cada modelo podem ser diferenças importantes na hora da compra. Para ajudar você a decidir qual o melhor telefone para o seu perfil de uso, o TechTudo comparou as especificações dos dois aparelhos. Veja a análise de ficha técnica nas linhas abaixo.

Quantum Sky enfrenta Moto G5S Plus em comparativo (Foto: Ana Marques/TechTudo)Quantum Sky enfrenta Moto G5S Plus em comparativo (Foto: Ana Marques/TechTudo)

Quantum Sky enfrenta Moto G5S Plus em comparativo (Foto: Ana Marques/TechTudo)

Design

Feito de alumínio aeronáutico, o Quantum Sky é bonito e promete resistência. O celular, que está disponível nas cores prata e dourado, tem dimensões de 154,5 x 76,5 x 8,3 mm e peso de 182 g. Com essas características, o smartphone brasileiro é um pouco grande e não tão leve quanto o concorrente, mas nada que deva atrapalhar a usabilidade.

O Moto G5S Plus é vendido em três cores: prata, ouro rosê e azul topázio. Ele traz a personalidade típica dos smartphones mais recentes da fabricante, mantendo a coerência com o restante da linha Moto. Como é de costume, seu corpo é um pouco curvo, com uma câmera grande e arredondada na parte traseira. As dimensões e peso, apesar de levemente menores, são similares às do Sky, com 153,5 x 76,15 x 8,04 mm e 170 gramas.

Em ambos os modelos, logo abaixo da tela, o usuário encontra um leitor de impressões digitais que facilita o bloqueio e desbloqueio do aparelho.

Moto G5S Plus segue padrão de design de outros celulares da Motorola, como a traseira curva (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)Moto G5S Plus segue padrão de design de outros celulares da Motorola, como a traseira curva (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

Moto G5S Plus segue padrão de design de outros celulares da Motorola, como a traseira curva (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

Tela

Os dois smartphones prometem exatamente as mesmas especificações na tela. Nos dois casos o tamanho é de 5,5 polegadas, o que deve ser grande o suficiente para assistir a filmes e visualizar fotos com conforto. A resolução também é igual: Full HD (1920 x 1080 pixels), o que gera uma densidade de pixels de 401 ppi.

Essas configurações são comuns em telefones premium atuais e permitem explorar a qualidade máxima de boa parte dos conteúdos de mídia disponíveis no dia a dia dos usuários. O tipo de painel é IPS, que oferece bom ângulo de visão, mas pode acabar decepcionando na reprodução de cores.

Câmera

O Moto G5S Plus tem câmera dupla de 13 megapixels, com abertura de lente f/2.0 – o que deve entregar captação de luz e nitidez boas em ambientes iluminados e razoáveis nos mais escuros. Além disso, o aparelho conta com o recurso de foco seletivo, similar ao modo retrato visto no iPhone 7 Plus. A câmera principal do Quantum Sky traz a mesma quantidade de megapixels e a mesma abertura, mas, por não ser dupla, deve resultar em registros menos interessantes.

Na frontal, entretanto, o grande destaque fica para o celular da Positivo. Seus 16 megapixels com flash físico e a abertura de f/2.0 se saíram muito bem em nossos testes, inclusive em um local com pouca luz natural.

Fotos tiradas com a câmera frontal do Quantum Sky (Foto: Ana Marques/TechTudo)Fotos tiradas com a câmera frontal do Quantum Sky (Foto: Ana Marques/TechTudo)

Fotos tiradas com a câmera frontal do Quantum Sky (Foto: Ana Marques/TechTudo)

A câmera de selfie do aparelho da Motorola, por sua vez, traz 8 MP e abertura de f/2.0, especificações inferiores às do rival, principalmente para quem curte imprimir fotos. Por outro lado, para quem gosta vídeos, vale dizer que ele é capaz de filmar em 4K a 30 quadros por segundo.

Desempenho

O Quantum Sky tem 4 GB de memória RAM e processador octa-core MediaTek de 2 GHz. No caso do Moto G, o processador também é um octa-core de 2 GHz, o Qualcomm Snapdragon 625. Entretanto, sua memória RAM é inferior, com 3 GB.

Teoricamente, essas configurações devem dar aos dois aparelhos um desempenho fluido e livre de travamentos. É importante dizer, porém, que nos testes feitos pelo TechTudo, o celular brasileiro apresentou problemas de desligamento repentino, algo já visto em outros celulares da linha Quantum, o que pode ser bastante inconveniente no dia a dia.

Moto G5S Plus tem memória RAM de 3 GB (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)Moto G5S Plus tem memória RAM de 3 GB (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

Moto G5S Plus tem memória RAM de 3 GB (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

O Quantum também tem especificações mais empolgantes quando o assunto é armazenamento. Sua memória interna é de 64 GB expansíveis em até 256 GB via microSD. É improvável, portanto, que o usuário encontre dificuldades para armazenar arquivos e instalar aplicativos. O armazenamento para o Moto G5S Plus também é bom, apesar de inferior, com 32 GB expansíveis para 128 GB.

Bateria

Com sua bateria de 4.010 mAh, a Positivo promete até 11 horas de reprodução de vídeo e 30 horas de ligações com dados 3G. Além disso, segundo a fabricante, é possível conseguir 50% da carga com apenas 30 minutos na tomada, o que foi comprovado em nosso review.

Já o Moto G5S Plus tem um componente de 3.000 mAh, também com recurso de recarga rápida, que promete 6 horas de uso com apenas 15 minutos de carga. Tais números são muito bem-vindo para quem tem pouco tempo para conseguir toda a bateria da qual precisa.

Versão do Android

O Quantum Sky e o Moto G5S Plus saem de fábrica com o Android 7 Nougat. No caso do celular da Motorola, já foi confirmado o recebimento da versão mais recente do sistema, o Android 8 Oreo, ainda este ano. Uma vantagem é que os dois contam com versões mais "puras" do sistema operacional, o que tende a significar desempenho mais leve e atualizações mais rápidas.

Celulares trazem Android Celulares trazem Android

Celulares trazem Android "puro" (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

Preço

O preço dos produtos não é tão diferente. Moto G5S Plus tem preço oficial de R$ 1.499, mas em outros sites é possível economizar pagando cerca de R$ 200 a menos. O Quantum Sky, porém, fica na faixa dos R$ 1.349 tanto no site oficial como no varejo online. Esses valores são competitivos se compararmos com outros smartphones intermediários concorrentes, como o Zenfone 3 Zoom, por exemplo, que fica a 1,9 mil.

Diante desse cenário, o usuário precisa definir seus propósitos com o celular. Se o foco for selfies e bateria, o Quantum Sky tende a ser a melhor opção ao entregar diversos recursos e bom resultado com autorretratos. Já o Moto G5S Plus promete um desempenho melhor para fotos tiradas com a câmera traseira dupla, seguindo a tendência de celulares top de linha nesse sentido, como o LG G6 e o Galaxy Note 8.

Qual é o melhor celular intermediário? Comente no Fórum do TechTudo.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.