Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

O Amazon Fire TV é um dos concorrentes do Chromecast Ultra para transmitir vídeos em resolução 4K para a TV via streaming. Os dispositivos prometem as tecnologias mais recentes para transformar a televisão em smart, incluindo recurso HDR, que garante cores mais fiéis. No entanto, os aparelhos da Amazon e do Google não estão à venda no Brasil de forma oficial.

Por isso, eles são opções para quem prefere importar em troca de um aparelho multimídia com preço baixo, por US$ 69 (aproximadamente R$ 225, em conversão direta e sem impostos). Veja, nas linhas abaixo, um com comparativo de especificações dos dispositivos e saiba quais são as principais diferenças na ficha técnica.

Nova Fire TV é ligeiramente maior que o Chromecast Ultra (Foto: Divulgação/Amazon)Nova Fire TV é ligeiramente maior que o Chromecast Ultra (Foto: Divulgação/Amazon)

Nova Fire TV é ligeiramente maior que o Chromecast Ultra (Foto: Divulgação/Amazon)

Design

O Amazon Fire TV tem um visual diferente do Chromecast Ultra logo à primeira vista. Em formato de caixa e com um controle remoto, o aparelho da Amazon é bem distinto do dongle do Google, que se destaca por ser muito compacto. Isso torna o Chromecast mais discreto na sala e mais portátil, pois fica facilmente escondido atrás da TV e cabe no bolso para levar a qualquer lugar.

O dispositivo da Amazon compensa o corpo maior com a comodidade do controle remoto, que permite navegar pela interface na TV – algo também ausente no Chromecast – usando botões físicos e dispensando o smartphone durante a tarefa. Nesse sentido, o Fire TV torna a televisão mais parecida com uma Smart TV.

Chromecast Ultra tem design compacto e discreto (Foto: Divulgação/Google)Chromecast Ultra tem design compacto e discreto (Foto: Divulgação/Google)

Chromecast Ultra tem design compacto e discreto (Foto: Divulgação/Google)

Especificações

A principal vantagem do Fire TV em relação ao Chromecast é um conjunto de especificações parecidas com as de um celular. O dispositivo conta com um processador quad-core de 1,5 GHz, memória RAM de 2 GB e 8 GB de armazenamento. A ficha técnica robusta torna o aparelho um media center mais poderoso do que o rival do Google, que opera mais como um HDMI sem fio unicamente para streaming. Vale lembrar que a Amazon lançou nesta terça-feira (07) a versão Stick Basic, com configurações mais modestas e sem compatibilidade com 4K.

O Chromecast Ultra é um produto mais simples, que oferece apenas Wi-Fi e portas HDMI, USB (para recarga) e Ethernet (para captar o sinal de internet com mais estabilidade). Além de contar com as mesmas conexões, o Fire TV adiciona microfone no controle remoto, Bluetooth 4.2 e a tecnologia Dolby Atmos para oferecer áudio imersivo.

Funções e conteúdo

Enquanto o Chromecast Ultra se limita ao streaming de conteúdo enviado do celular, o Amazon Fire TV permite baixar apps e jogos da loja oficial da Amazon, assim como em celulares Android. É um salto de funcionalidade em comparação ao Chromecast, que não permite instalar nada na memória.

O Fire TV tem como principal atrativo as ofertas multimídia da Amazon, como o Amazon Prime Video, concorrente da Netflix. Apesar do serviço ter aplicativo para Android no celular, ele não oferece compatibilidade com o Chromecast. Ambos os aparelhos podem reproduzir alguns dos mesmos conteúdos, vindos de apps como Netflix e YouTube. No entanto, só o Fire TV permite baixar filmes inteiros para assistir offline – o Chromecast, afinal, é um aparelho que precisa de internet o tempo todo.

Amazon Fire TV tem controle remoto próprio (Foto: Reprodução/Amazon)Amazon Fire TV tem controle remoto próprio (Foto: Reprodução/Amazon)

Amazon Fire TV tem controle remoto próprio (Foto: Reprodução/Amazon)

Por meio do microfone no controle remoto, é possível enviar comandos de voz ao Fire TV para usar a assistente Alexa e buscar por programas de TV, apps e jogos sem precisar digitar nada. Já no Chromecast é preciso recorrer ao reconhecimento de fala do celular, cuja funcionalidade varia com o modelo do smartphone – em modelos mais recentes com Android, a Google Assistente é capaz de enviar conteúdo para o Chromecast só com a voz.

Sistema

O Chromecast Ultra, apesar de ser uma versão superior ao Chromecast tradicional, também não conta com sistema operacional sofisticado. O aparelho usa uma variante adaptada do navegador Google Chrome, responsável por receber o comando do celular conectado e transmitir vídeo na tela sempre por streaming.

É um conceito bem diferente do proposto pelo Fire TV, que conta com um sistema operacional completo, com apps e jogos diretamente na TV. Ele usa o software Fire OS 6, que é baseado no Android 7, mas não permite acesso à Google Play Store. Para baixar programas, usuários devem recorrer à loja da Amazon.

Chromecast Ultra depende do celular para funcionar (Foto: Divulgação/Google)Chromecast Ultra depende do celular para funcionar (Foto: Divulgação/Google)

Chromecast Ultra depende do celular para funcionar (Foto: Divulgação/Google)

Outra vantagem do Fire TV é sua compatibilidade mais ampla a codecs de áudio e vídeo. O aparelho da Amazon é capaz de rodar, por exemplo, vídeos nativos gravados em HEVC e 60 quadros por segundo pelo iPhone 8, algo impossível de ocorrer no Chromecast sem conversão prévia. O mesmo vale para a tecnologia Dolby Atmos, que está presente no Fire TV e na rival Apple TV, mas não existe no dongle do Google.

Suporte e garantia

Como os dois aparelhos só podem ser obtidos no exterior, eles sofrem dos mesmos problemas de falta de garantia em caso de problemas no Brasil. Apesar de a Amazon estar presente no país, o suporte técnico da empresa só abarca os modelos do leitor Kindle comercializados em território nacional. A tendência é que, independentemente do aparelho escolhido, o usuário fique sem ter a quem recorrer em casos de defeito de fábrica após a compra.

Preço e disponibilidade

O Amazon Fire TV e o Chromecast Ultra custam os mesmos US$ 69 nos Estados Unidos, equivalente a cerca de R$ 230, sem considerar impostos. No entanto, pode ser difícil importar para o Brasil sem intermediários, pois nenhuma loja estrangeira que vende os produtos aceita envio para o Brasil.

Amazon Fire TV custa US$ 69,99 na loja da Amazon (cerca de R$ 230, sem impostos) (Foto: Divulgação/Amazon)Amazon Fire TV custa US$ 69,99 na loja da Amazon (cerca de R$ 230, sem impostos) (Foto: Divulgação/Amazon)

Amazon Fire TV custa US$ 69,99 na loja da Amazon (cerca de R$ 230, sem impostos) (Foto: Divulgação/Amazon)

Custo-benefício

O Chromecast Ultra é conhecido como um dos melhores custos-benefícios do mercado para assistir a vídeos em 4K e com HDR na TV, mas tem menos funções que o Fire TV, vendido pelo mesmo preço. O aparelho da Amazon conta com memória interna para instalar apps e jogos, é compatível com uma variedade maior de formatos de áudio e vídeo e tem controle remoto para permitir o uso sem depender do celular, sem cobrar mais caro por isso.

O Chromecast é uma compra recomendada para quem precisa de máxima mobilidade e faz questão de poder espelhar a tela do celular na TV com facilidade – essa função existe no Fire TV, mas exige apps de terceiros e pode não funcionar muito bem.

Se o consumidor continuar em dúvida sobre o melhor aparelho para transformar a TV em smart, é possível ainda levar em conta produtos como o Xiaomi Mi Box, que roda Android TV; e a Apple TV 4K. Ambos rodam vídeos em 4K e oferecem suporte a HDR – veja o comparativo.

Chromecast ou PC: qual é o melhor para assistir TV? Veja no Fórum do TechTudo.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.