A Sony foi a primeira fabricante a trazer um celular com o mais recente Android 8 Oreo para o Brasil, o Xperia XZ1. Apesar disso, o processo de atualização do sistema não é simples – ao todo, são duas fases e um total de 11 passos para que as novas versões da plataforma cheguem aos smartphones.
Para explicar os detalhes de cada etapa, a fabricante japonesa fez um infográfico que mostra o que acontece desde o lançamento do sistema pelo Google até a chegada da atualização aos smartphones dos usuários. O percurso começa em testes preliminares, passa pela implantação da interface personalizada da fabricante e chega até a parte de testes para encontrar bugs.
Xperia XZ1 foi o primeiro celular com Android 8 a chegar ao Brasil (Foto: Thássius Veloso/TechTudo) Android 8.0 Oreo: Google confirma sistema com foco em otimização de bateria Se pensarmos na quantidade de dispositivos que uma empresa tem, dá para ter noção do porquê de sempre haver demora entre anúncio oficial do sistema o update com a nova versão para um smartphone. Para quem não tem um aparelho Pixel ou Nexus – aqueles com a mar–, essa espera é uma das principais reclamações.
Primeira fase A jornada começa pouco antes do lançamento oficial da nova versão pelo Google. As empresas recebem um PDK (Kit de Desenvolvimento de Plataforma, na sigla em inglês). Este código contém a versão mais básica do novo Android, crua e sem nenhuma modificação. Após o anúncio do Google, o novo sistema passa a ser integrado aos processadores usados nos aparelhos. Esse processo é chamado de HAL (Hardware Abstraction Layer). Como cada dispositivo pode usar um conjunto de hardware diferente, esta etapa consome bastante tempo.
Primeira fase tem momento de “Sonyficação“ do produto (Foto: Divulgação / Sony) O próximo passo é habilitar as funções básicas de conectividade (verificar se o aparelho está fazendo ligações e recebendo mensagens). Em seguida, começa a implantação de recursos extras das fabricantes, como a interface modificada e, no caso da Sony, funções como o Xperia Assist e a economia de energia do modo Stamina. Nesta parte também são adicionados alguns apps do sistema, como email, agenda de contatos e o software de câmera. As duas próximas etapas são de testes. Na primeira, pessoas ajudam a identificar erros e problemas de usabilidade. Na segunda, um laboratório executa exames mais avançados para verificar como a bateria se comporta com o novo sistema, entre outros testes.
Segunda fase Na segund...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.