Integrante da atual geração de placas de vídeo da AMD, a Radeon 530 começa a desembarcar em notebooks vendidos no Brasil. Com algumas limitações técnicas e um perfil direcionado ao mercado de entrada, a placa não tem alta performance. O TechTudo reuniu as especificações técnicas do produto com maiores detalhes para você descobrir o que a Radeon 530 promete.
Confira, a seguir, quais são os pontos fortes e fracos da placa, quais são as concorrentes da Nvidia e se um computador equipado com a GPU da AMD vai atender satisfatoriamente às suas exigências. Intel e AMD anunciam parceria em processadores para enfrentar Nvidia
Placa de vídeo dedicada da AMD tem perfil de GPU de entrada e não é um produto gamer (Foto: Divulgação/AMD)
Especificações Em termos de ficha técnica, a placa da AMD apresenta um perfil de entrada. Os pontos mais fracos do modelo estão na interface que conecta a GPU à memória RAM, que é de apenas 64 bits e no fato de que há versões da placa com pouca RAM: 2 GB de DDR3 ou GDDR5. Com relação à capacidade de processamento, a Radeon 530 dispõe de um processador que pode atingir 1.024 MHz de velocidade: valor considerado baixo atualmente, já que existem GPUs de entrada atingindo 1.200 MHz nos desktops e notebooks. A GPU é formada por seis unidades computacionais que abrigam entre 320 e 384 processadores stream. Assim como o tipo e quantidade de RAM, a quantidade de unidades stream vai depender do modelo. Você pode comparar os processadores stream aos chamados núcleos CUDA da Nvidia, que são os componentes de processamento de uma placa da AMD. Em geral, quanto mais deles, maior será a capacidade da placa de dar conta de um volume grande de dados ao mesmo tempo.
Nada de Polaris Apesar da nomenclatura, as Radeon 530 não usam a arquitetura Polaris, disponível nas placas para desktop da AMD. Isso significa que a Radeon 530, na verdade, conta com um perfil tecnológico mais defasado, usando designs mais antigos da AMD.
Desempenho e games
Apesar da nomenclatura, a Radeon 530 não conta com os benefícios da arquitetura Polaris: note a ausência do "RX" no nome da placa (Foto: Divulgação/AMD)
Lançada em abril, a placa começa a chegar agora ao consumidor em alguns laptops. No Brasil, o primeiro notebook a carregar a nova Radeon é o Dell Inspiron 15 5570, que conta com versões de 2 e 4 GB de RAM GDDR5. Em termos de performance, a placa da AMD é classificada como de entrada, pouco superior às capacidades de uma GPU integrada da Intel. Voltada para uso...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.