Uma falha presente no sistema de quarentena de antivírus pode colocar em risco milhões de usuários no mundo. A vulnerabilidade AVGater, descoberta pelo especialista austríaco Florian Bogner, explora as funções de softwares de segurança para conceder privilégios de administrador a hackers que desejam invadir o computador da vítima.
E-mail com dados pessoais vazados é usado para extorsão Até o momento, o problema foi identificado em 13 antivírus conhecidos. Entre eles estão soluções das empresas Kaspersky, Malwarebytes, Trend Micro, Emsisoft, Ikarus e ZoneAlarm, que já receberam atualizações de correção. Os nomes dos demais softwares afetados estão sob sigilo para evitar ataques em massa. Entenda como o ataque funciona e como se proteger.
Falha de segurança (Foto: Reprodução/brandprotect) Bogner é um hacker white hat (que não é criminoso) contratado por grandes empresas para encontrar falhas em redes corporativas. Em um de seus trabalhos, ele descobriu uma maneira de contornar a ação de softwares antivírus e usá-los a favor do invasor. O ataque envolve uma combinação de funções do Windows e recursos de quarentena e restauração de arquivos presentes em softwares de segurança. Ao explorar a brecha, um hacker mal-intencionado pode usar o sistema de restauração do antivírus para obter controle total do computador do usuário. Em poucos passos, um criminoso pode ganhar acesso de administrador por meio do próprio software de segurança. "O AVGater pode ser usado para restaurar um arquivo colocado previamente em qua...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.