Segundo um relatório divulgado pela Nokia, 68% dos smartphones infectados com vírus no mundo em 2016 rodavam o sistema Android. A fabricante, que adotou o software do Google em lançamentos de 2017, aponta o Windows em segundo lugar no volume de infecções, com 28%. O iOS, equipado no iPhone e no iPad, ocupa uma distante terceira colocação com cerca de 3,5% dos aparelhos com algum tipo de malware instalado.
A Nokia estima que 0,94% de todos os dispositivos Android no planeta sejam infectados com vírus a cada mês. O valor é ligeiramente superior ao divulgado pelo Google em um relatório de segurança ano passado, que apontou a média mensal de 0,71%.
Aplicativo “Update WhatsApp Messenger” enganou mais de um milhão de usuários (Foto: Reprodução/Digital Trends) Versão pirata do WhatsApp teve 1 milhão de downloads no Android A principal causa do problema no Android seria o número elevado de lojas não-oficiais de aplicativos. Elas são muito populares na China, onde a Google Play Store responde por apenas 4% do total de downloads. O comportamento favorece a circulação de apps perigosos por conta da falta de sistemas de proteção como o Google Play Protect. O recurso busca garantir a segurança de usuários que baixam apps somente da loja oficial do Android. Ao portak ZDNet, o diretor do laboratório de segurança da Nokia, Kevin McNamee, elogiou as medidas de segurança adotadas pelo Google. “O Google fez um excelente trabalho com o Google Play Protect e eles estão realmente protegendo a infraestrutura de aplicativos para dispositivos Android. O principal vetor de ameaças para telefones Android é o uso de trojans. No mundo Android, o Google tentou resolver isso fazendo um bom trabalho garantindo a segurança da Google Play”, disse o executivo da Nokia.
Android responde por cerca de dois terços do número de dispositivos móveis infectados por vírus (Foto: Divulgação/Nokia)
Windows x iOS
O estudo da Nokia envolveu análise do tráfego da rede de internet 3G e 4G, o que acabou envolvendo PCs Windows conectados a celulares via roteador Wi-Fi. Os 28% dos aparelhos infectados por malware na pesquisa, portanto, não são celulares com Windows Phone, sistema da Microsoft que chegou ao fim recentemente por conta de sua impopularidade. O relatório mostra que o número de apps maliciosos identificados em celulares vêm superando os casos em PCs Windows desde 2015. O segundo lugar do Windows no ranking da Nokia, porém, representa apenas os computadores com acesso a redes móveis.
I...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.