No último dia 17 de novembro, a Fujifilm lançou a Instax Share SP-3, impressora para smartphones que chega para substituir a Instax Share SP-2 e competir com a HP Sprocket e a Polaroid Zip Printer. O novo modelo abandona o formato retangular das câmeras Instax Mini e adota um formato quadrado como o visto na câmera Instax Square SQ10, híbrida entre digital e analógica lançada este ano.
Polaroid Zip Printer ou Instax Share SP-2: qual impressora escolher? O novo produto ainda não tem previsão para chegar ao Brasil, mas com a novidade muitos usuários podem estar na dúvida se vale seguir com os planos de comprar o modelo mais antigo ou esperar o mais novo. Para ajudar a decidir, comparamos aspectos relevantes dos dois produtos e mostramos o que muda e o que permanece igual.
Instax Share SP-3: veja o que mudou em relação à Instax Share SP-3 (Foto: Divulgação/Fujifilm)
Design Com dimensões de 11,6 x 13 × 4 cm e pesando 312 g, a SP-3 é levemente maior e mais pesada do que os 13,18 x 8,95 x 4,00 cm e 250 g de sua antecessora. Isso ocorre não só por conta da necessidade de acomodar o novo formato quadrado das fotos, como também pelos detalhes que a câmera agora tem, que a deixam com uma aparência bastante diferente, mais moderna e menos delicada. Além disso, ela está disponível em duas cores diferentes: preto e branco. No caso da SP-2, todos os modelos eram brancos com diferença somente nos detalhes, que poderiam ser prateados ou dourados.
Instax Share SP-3: novas cores e formatos (Foto: Divulgação/Fujifilm)
Usabilidade e compatibilidade As duas impressoras são utilizadas de modo muito parecido. Para fazê-las funcionar, basta instalar o app Instax Share em celulares com Android a partir da versão 4.3 ou iOS 8 em diante. Depois, é necessário conectar a câmera e o celular à mesma rede Wi-Fi para enviar as fotos. Nos dois casos, é possível, segundo a fabricante, realizar impressões diretamente do Instagram, do Facebook, do Flickr, da Dropobox e do Google Fotos, além da galeria do celular. Também há como realizar a impressão a partir de determinadas câmeras digitais da Fujifilm, mas alguns modelos podem não ser compatíveis com a impressora mais nova, que deve chegar ao mesmo nível de compatibilidade da mais antiga até o fim de novembro.
Câmeras imprimem a partir do smartphone (Foto: Divulgação/Fujifilm) Os dois aparelhos são capazes de ler os mesmos dois formatos de imagens: JPG e PNG. Com isso, dependendo da procedência da imagem que se deseja imprimir, pode ser necessári...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.