Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Pela segunda vez, o Wired Festival desembarca no Rio de Janeiro. Desta vez, a Cidade da Artes vai receber nos dias 1º e 2 de dezembro esta que é também a terceira edição no Brasil. Principal encontro de inovação e tecnologia do país, o festival vai reunir um grupo de mais de 50 especialistas, empreendedores e investidores que vão discutir novas tecnologias e negócios disruptivos, que pautam a inovação em diversas áreas. Ao todo, são mais de 20 palestras e workshops nos campos da ciência e tecnologia, economia, política, entretenimento e cultura, design e estilo de vida.

Wired Festival Brasil, no Rio de Janeiro (Foto: Divulgação/Wired Festival Brasil)Wired Festival Brasil, no Rio de Janeiro (Foto: Divulgação/Wired Festival Brasil)

Wired Festival Brasil, no Rio de Janeiro (Foto: Divulgação/Wired Festival Brasil)

Entre os nomes internacionais na lista de palestrantes do auditório principal estão: o italiano Carlos Ratti, diretor do SENSEeable City Lab, do Massachusetts Institute of Technology (MIT), o indiano Rohit Bhargava, autor do best seller Non Obvious e professor da George Washington University, o britânico Charles Spence, especialista em psicologia experimental e fundador do Laboratório de Pesquisa Crossmodal da Universidade de Oxford, e o também britânico David Levy, pioneiro da computação e expert em pesquisas sobre interações entre humanos e computadores, área em que lançou o aclamado livro “Love and Sex with Robots”.

Haverá, ainda, um bate-papo sobre a revolução tecnológica na produção cultural entre o publicitário Abel Reis, CEO da Dentsu, e Pedro Garcia, criador do famoso Tumblr @cartiêbressão, e apresentação de Guilherme Telles, CEO do Uber Brasil.

Na sala de Negócios Inovadores, são esperados empreendedores que têm ajudado a transformar áreas tradicionais da economia como Victor Fiss, da Cia da Consulta; Guilherme Brammer, fundador da Boomera, empresa voltada à reciclagem e uma das mais inovadoras do país; Ricardo Soares, CEO da Brasil Senior Living, braço do fundo de investimentos Pátria dedicado a negócios relacionados ao aumento da longevidade da população; e também Celso Athayde, um dos idealizadores da Central Única das Favelas (CUFA) e da Holding Favela.

O cenário brasileiro de fomentos a novos negócios também será tema de debate entre investidores de venture capital e aceleradoras de startups também farão duas rodadas de conversas. Lucas Teixeira, CEO do WeWork no país, e Dave Curran, um dos fundadores do Love Mondays, traçam um panorama do mercado de trabalho com base nas atuais demandas de empresas e empregados.

Como participar do Wired Festival Brasil?

Já estão à venda os ingressos para o "auditório principal" e as inscrições para as salas de "negócios inovadores" e de "workshops" no site wiredfestival.com.br.

No mesmo endereço, você pode conferir também a agenda completa do evento. As entradas custam a partir de R$ 82,50 (meia entrada) para "meio turno" do evento e chegam a R$ 275 para um dia completo de atividades. Vale notar que os interessados em participar dos workshops e de palestras gratuitas precisam fazer agendamento prévio no site do Wired Festival. O número de vagas é limitado.

A Wired, fundada em 1993, está presente atualmente em cinco países — Estados Unidos, Reino Unido, Japão, Alemanha e Itália — e publicada como revista online e digital em algumas regiões. No Brasil, o Wired Festival é uma realização da Edições Globo Condé Nast e de O Globo e já está em sua terceira edição. Os principais patrocinadores são Petrobras, Embratel, Grupo GPA e Braskem.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.