Os iPhone 8, iPhone 8 Plus e iPhone X são os primeiros celulares da Apple a trazer suporte a carregamento sem fio. Revestido em vidro, os smartphones de 2017 dispensam o uso de capas especiais, antes necessárias como adaptadores às bases de recarga wireless. Mas o AirPower, carregador sem fio oficial da fabricante, ainda não está à venda. O modelo só começará a ser vendido em 2018, nos Estados Unidos, e não há informações sobre preço – nem sobre a chegada dele ao Brasil.
Nesse cenário, surgem várias perguntas. Como aproveitar o carregamento sem fio do iPhone 8 e iPhone X? Quanto vai custar para usuários brasileiros a recarga com esse método? A função será inútil por aqui? Para sanar essas e outras dúvidas, o TechTudo preparou um artigo com mais detalhes sobre a recarga wireless do novos iPhones.
Saiba quando vai custar recarga sem fio do iPhone 8 e iPhone X (Foto: Thássius Veloso/TechTudo) Dual camera do iPhone X é melhor que do iPhone 7 Plus; veja evolução A nova geração de iPhones é compatível com o padrão Qi, o mais amplamente usado para recarga wireless. Isso significa que eles poderão ser usados com qualquer base que adote a tecnologia, seja a AirPower ou de outras marcas – sim, inclusive as da rival Samsung. O padrão Qi foi criado pelo Wireless Power Consortium (WPC), que certifica os produtos com suporte. O modelo mais popular da Samsung, o Premium básico, sai por cerca de R$ 170 no varejo nacional. No entanto, é possível encontrar bases de R$ 50 que trabalham com o padrão Qi, mas que não têm a certificação WPC. A consulta sobre dispositivos certificados pode ser feita no site do consórcio americano.
iPhone 8, 8 Plus e X: preço e especificações dos lançamentos da Apple
Há carregadores sem fio recomendados pela Apple? A Apple trabalha de forma oficial com dois modelos: o Mophie Wireless Charging Base e o Belkin Boost Up Wireless Charging Pad. Segundo a empresa, ambos "representam a melhor implementação do padrão Qi". Eles não estão disponíveis no site brasileiro, mas na Apple Store americana os dois são vendidos por US$ 59,95 (aproximadamente R$ 195, sem impostos de importação).
Nos Estados Unidos, o carregador da Belkin também é vendido no site da própria fabricante e em lojas como Best Buy e Amazon. O valor é praticamente o mesmo: US$ 59,99, para ser preciso. Vale lembrar que taxas de envio variam conforme o estabelecimento; a Amazon, por exemplo, entrega o item no Brasil com frete grátis.
Belkin e Mophie são as fabricantes ofi...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.