O Google anunciou nesta quinta-feira (7) que trará o RCS para o Brasil em parceria com as operadoras Claro, Vivo e Oi. A tecnologia, que é basicamente o “SMS do futuro”, poderá ser acessada pelo Messenger, o app de mensagens do Android, e chega ao país ainda este ano.
Com recursos interativos, semelhantes aos de mensageiros como o WhatsApp e Telegram, a gigante da internet pretende usar o RCS para inovar o padrão de mensagens trocadas em dispositivos móveis. A seguir, entenda melhor como a tecnologia funciona e quem poderá usá-la.
Google anuncia RCS em parceria com operadoras do Brasil (Foto: Divulgação/Google) Google lança app que libera espaço no Android; economia chega a 1 GB
Todos poderão enviar e receber RCS? Inicialmente, apenas usuários de celulares com Android 4.4 KitKat ou superior terão acesso à tecnologia, que chegará por meio de uma atualização ao aplicativo nativo de mensagens do sistema. Quem não possuir o app, poderá fazer o download na Google Play Store.
Além disso, é necessário que todas as operadoras envolvidas na troca de mensagens suportem o novo padrão. Caso um usuário envie um RCS a alguém cuja operadora não suporta a tecnologia, a mensagem será convertida em SMS. Por enquanto, donos de iPhone (iOS) ficarão de fora da novidade.
Recursos do RCS Entre os recursos das mensagens RCS está a criação de chats em grupo, a possibilidade de visualizar quando um usuário está digitando uma resposta, confirmação de leitura e o compartilhamento fotos e vídeos de alta resolução. Segundo o Google, a tecnologia permitirá melhorar a troca de mensagens comerciais, atualmente oferecida através do SMS. A ideia é que as empresas enviem mensagens mais úteis ...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.