Call of Duty: WWII é o novo jogo da famosa franquia de tiro em primeira pessoa da Activision. Desenvolvido pelo estúdio Sledgehammer e com versões para PS4, Xbox One e PC, o título retorna às origens e leva os jogadores de volta à Segunda Guerra Mundial. Confira a análise completa de um dos games mais aguardados do ano:PS4 terá edição limitada "camuflada" de Call of Duty: WWII
Depois de longos anos seguindo a tão questionada temática futurista, Call of Duty finalmente volta às suas raízes históricas. World War II traz uma campanha consistente, um modo multiplayer mais cadenciado e expandido em personalização e, é claro, a clássica modalidade zumbi com mortos-vivos na Segunda Guerra. 
Posso, sem armas, revoltar-me?
Sem grandes novidades, a campanha do novo Call of Duty segue a mesma estrutura dos jogos anteriores. A história é dividida em capítulos e começa com o soldado norte-americano Ronald "Red" Daniels na batalha da Normandia, no Dia D. O objetivo do protagonista e sua equipe é justamente reverter a propagação alemã que assolou a Europa. A dinâmica da campanha mantém a tradicional estrutura linear: elimine todos os inimigos da tela para avançar. A participação especial da vez é a presença do ator Josh Duhamel (que interpreta o Major William Lennox nos filmes Transformers) no papel do sargento William Pierson. Apesar de contar com os clichês típicos, há níveis cinematográficos incríveis que conseguem imergir o jogador no clima sangrento da Segunda Guerra. O enredo também procura explorar de forma intelig...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.