Xenoblade Chronicles 2 é o aguardado RPG exclusivo para o Nintendo Switch. Desenvolvido pelo estúdio Monolith Soft, o título apresenta aos fãs uma nova história e personagens inéditos, apesar de manter a sua essência com combate tático e um gigantesco mundo aberto no continente de Alrest. Confira a análise do grande jogo do gênero para o console híbrido da Nintendo.Confira a análise de Zelda: Breath of the Wild
À procura de um paraíso
Em Chronicles 2, o protagonista da vez é Rex, um jovem que vive em busca de tesouros e reside no corpo de um titã chamado Gramps. A história se inicia quando o herói aceita uma proposta generosa de trabalho e acaba sendo traído pelos próprios parceiros de missão que, posteriormente, se tornam vilões. 
Xenoblade Chronicles 2: confira a análise (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)
Depois de ser abatido em combate, Rex viaja para um lugar utópico e passa a ser o guardião de uma garota chamada Pyra, que lhe concede o poder da Blade em troca de proteção. A partir daí, o objetivo da dupla é alcançar a região de Elysium, uma espécie de paraíso alocado no topo de uma árvore sagrada. Mesmo com a premissa diferenciada, é importante ressaltar que o jogo não escapa dos clichês típicos do gênero JRPG. Diferentemente dos dois games anteriores, Chronicles 2 se esforça muito mais para explicar os detalhes da história, especialmente nas duas primeiras horas. A trama explora de forma inteligente a relação entre Rex, Pyra - Driver e Blade - e seus aliados. Os diálogos, como de praxe, contam com o humor característico da série e trazem personagens cativantes, o que é algo de extrema importância para um RPG que pode ultrapassar facilmente centenas de horas. A jornada é situada no continente de Alrest e presenteia os fãs com um mapa colossal repleto de atividades a serem cumpridas. As regiões são separadas por um imenso mar de nuvens, portanto cabe ao protagonista Rex descobrir meios de alcançá-las. Em termos de extensão, esse é um dos maiores mapas já vistos nos RPGs, o que é ainda mais surpreendente se considerarmos que trata-se de um game concebido para uma plataforma com hardware limitado. 
Xenoblade Chronicles 2 entrega um mundo gigantesco totalmente explorável (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)
Além da campanha principal, há centenas de missões adicionais espalhadas pelos cenários, que concedem itens especiais e pontos extras de experiência. Mesmo que muitas dessas atividades sejam voltadas a cumprir favores simples, como coletar itens o...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.