A polêmica da loot box ganhou mais um capítulo favorável aos consumidores. A Apple estabeleceu uma regra de que todos os aplicativos e games que tiverem loot boxes - ou seja, baús (supply drops, packs, chicletes, etc) que dão objetos - terão que revelar as probabilidades de se ganhar cada item. A mudança já está no guideline imposto aos desenvolvedores para colocar um aplicativo/jogo na App Store.
Em junho, a China já havia criado uma lei que obriga títulos como League of Legends, Dota 2 e outros a revelarem a porcentagem de suas caixas de prêmios. Agora, a regulamentação da empresa da maçã é mais outro passo dado para sabermos se vale a pena ou não investir uma quantia nos games. A maioria dos itens dos baús pode ser comprada com alguma moeda do próprio jogo, porém a forma mais “eficiente” de abri-los é através de microtransações com dinheiro real. O que são loot boxes? Entenda a polêmica dos games
Polêmica das loot boxes ganhou mais um capítulo com nova regra da Apple (Foto: Divulgação/Blizzard)
Títulos de grandes orçamentos, como Middle-Earth: Shadow of War, CoD WWII e, principalmente, Star Wars Battlefront 2, apostaram pesado nessas caixas, de forma que o jogador só conseguiria a experiência completa se jogasse horas ou desembolsasse uma quantia em dinheiro real. Dessa forma, a polêmica se isso poderia ser considerado “jogo de azar” aumentou ainda mais. O barulho foi tanto que as microtransações de Battlefront 2 foram retiradas pela EA. Em contrapartida, um exemplo de game que recebe elogios pela forma com que insere as loot boxes é Overwatch. Diferentemente de Shadow of War, os itens dos supply drops de Overwatch são apenas cosméticos/visuais, ou seja, eles não deixam o jogador com nenhuma vantagem em relação a um oponente que nunca abriu um baú. Não é pay to win. A lei na China e agora essa atitude da Apple foram dois grandes passos na direção de sabermos o que podemos receber em troca do dinheiro investido. Seja numa caixa que venha uma simples ...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.