A Apple admitiu que seus produtos são vulneráveis às falhas Meltdown e Spectre, descobertas no começo da semana por pesquisadores da área de segurança. Os problemas afetam processadores de computadores e celulares, incluindo Mac e iPhone. A boa notícia é que as atualizações de software liberadas em dezembro de 2017 já trazem parte da proteção contra eventuais ataques de hackers.
Um novo pacote de segurança será disponibilizado em breve para o navegador Safari no macOS e no iOS. Segundo a fabricante, o Apple Watch é imune às vulnerabilidades. Veja o que você precisa fazer para manter seus aparelhos protegidos. Falha de segurança em processadores: dez coisas que você precisa saber
Apple admite que falha em processadores afeta usuários de iPhone, iPad e Mac (Foto: Divulgação/Apple)
Download de aplicativos As falhas de segurança Meltdown e Spectre requerem que um aplicativo malicioso seja instalado pelo usuário no celular ou no computador. Isso significa que não é possível ter o dispositivo invadido por um ataque à distância pela rede. Esse tipo de perigo esteve presente em bugs como o WannaCry, que atacou o Windows em 2017, mas não vale para as novas brechas de segurança de processadores. Segundo a Apple, ainda não há relatos de que hackers já tenham explorado as vulnerabilidades, mas é preciso ter cuidado com o download de aplicativos. A recomendação é instalar programas somente da loja oficial. Embora o iPhone só permita o acesso à App Store, é comum que usuários de Mac recorram a sites de terceiros para baixar software. Nesse caso, a dica é abandonar a prática e usar estritamente a Mac App Store.
Atualização Os iOS 11.2 e macOS 10.13.2, liberados em dezembro, possuem uma primeira camada de segurança contra os bugs Meltdown e Spectre. Isso significa que os usuários que já baixaram os últimos updates não passam por grande perigo. A proteção deverá ser complementada em breve com uma atualização para o Safari.
O que muda com o iOS 11: veja principais novidades do sistema Segundo a Apple, além do app malicioso instalado, o aparelho da vítima deve permitir a execução de um código no navegador – por isso, há a necessidade de corrigi-lo também. A empresa garante que as correções não geram impacto de performance nos dispositivos.
Como atualizar o iPhone Passo 1. O procedimento para atualizar o iPhone e se proteger da nova falha é o usual. Primeiro, acesse o app Ajustes e selecione o item “Geral”. Em seguida, acesse a opção “Atualização de softw...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.