Uma atualização do sistema de segurança reCAPTCHA do Google promete tornar mais fácil detectar se usuários são robôs sem tornar o sistema complicado para os humanos. O CAPTCHA é comum em fóruns, e pode ser reconhecido por apresentar imagens de texto distorcidas, que os usuários devem decifrar para provar que não são tentativas de acessos automatizadas. A nova versão, chamada “NoCAPTCHA reCAPTCHA” surgiu como resposta a um problema encontrado há mais de um ano, quando o Google descobriu como ensinar computadores a burlar o sistema com 99,8% de precisão.

Novo sistema do CAPTCHA vai usar reconhecimento de imagens para identificar humanos e robôs (foto: Reprodução/Google) (Foto: Novo sistema do CAPTCHA vai usar reconhecimento de imagens para identificar humanos e robôs (foto: Reprodução/Google))Novo CAPTCHA vai usar reconhecimento de imagens para identificar humanos e robôs (foto: Reprodução/Google)

Vídeo de Gangnam Style quebrou YouTube e obrigou Google a mudar sistema de contagem

O novo NoCAPTCHA procura simplificar o processo. Em vez de decifrar um texto, o usuário precisa apenas clicar em um botão chamado “Não sou um robô”. Ao fazer isso, o sistema faz uma série de checagens usando o que o Google chama de “motor de análise de riscos” para determinar se o usuário no site é ou não um humano.

Se o resultado da análise for positiva, o usuário é liberado, caso contrário, ele será encaminhado para a série de imagens tradicionais ou uma mais avançadas, a ideia é escolher a imagem correta em uma série. Ou seja, deverá pensar e solucionar o "game" como um ser humano, dando acesso.

Esta alternativa também é mais fácil para quem usa dispositivos móveis como smartphones e tablets, que não precisam aumentar imagens em telas pequenas para decifrar o texto.

Para detectar robôs, o motor de análise de riscos analisa o comportamento de usuários antes, durante e depois do botão ser clicado. Com estes dados, ele aprende como um humano se comporta e usa a informação para barrar sistemas automáticos.

Como tirar vírus que abrem páginas sozinho no Google Chrome? Veja no Fórum do TechTudo.

Isto significa que os usuários não vão notar diferenças mesmo quando o sistema estiver totalmente implementado, já que existe um tempo de adaptação até que o reCAPTCHA aprenda a distinguir humanos de robôs com precisão.

O novo sistema está sendo

... testado em um número limitado de serviços, como o Snapchat, WordPress e Humble Bundle e ainda não há previsão de quando deve ser estendido a outros serviços.

Os sites interessados no NoCAPTCHA também vão precisar atualizar seus sistemas para integrar uma nova API, mas segundo o Google a migração deve ser simples, já que a atualização requer apenas três novas linhas de código.

Via The Next Web e reCAPTCHA



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.