Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

A Logitech apresentou nesta quinta-feira (15) a G560, caixa de som que traz LEDs RGB que conseguem adaptar as cores de acordo com o conteúdo da tela – o que deve proporcionar uma experiência a mais em jogos. A tecnologia conta com um efeito semelhante ao proporcionado pelas TVs Ambilight da Philips. A empresa também anunciou um teclado mecânico, o G513, igualmente voltado para o público gamer.

O início das vendas no mercado internacional está previsto para abril deste ano. O preço sugerido é de US$ 200, algo em torno de R$ 660 em conversão direta. Já o teclado custa U$ 150, aproximadamente U$ 495. Ainda não há informações se os modelos serão comercializados no Brasil.

Logitech G560 muda iluminação de acordo com conteúdo da tela (Foto: Divulgação/Logitech)Logitech G560 muda iluminação de acordo com conteúdo da tela (Foto: Divulgação/Logitech)

Logitech G560 muda iluminação de acordo com conteúdo da tela (Foto: Divulgação/Logitech)

O RGB tem se tornado unanimidade entre as marcas que fabricam produtos voltado para público gamer. Normalmente, a tecnologia é apenas uma questão estética, como no mousepad Firefly da Razer, mas no caso do modelo G560 da Logitech as cores extras trazem uma função: tornar o conteúdo da tela mais imersivo.

Assim como os speakers, o teclado G513 também conta com RGB por retroiluminação. Suas especificações têm ainda porta USB dedicada, configurações próprias para games e descanso de pulso.

Teclado Logitech G513, com retroiluminação RGB e funções para games (Foto: Divulgação/Logitech)Teclado Logitech G513, com retroiluminação RGB e funções para games (Foto: Divulgação/Logitech)

Teclado Logitech G513, com retroiluminação RGB e funções para games (Foto: Divulgação/Logitech)

As caixas trazem um design bem simples, em formato circular. Os LEDs ficam posicionados na parte traseira dos satélites, mas uma abertura na lateral deixa vazar a luz para a parte da frente. O sistema possui a tecnologia Lightsync da Logitech, oferecendo mais de 16 milhões de cores.

A sincronização dos jogos – ou outro tipo de conteúdo, como séries e filmes – com a iluminação é feita pelo Logitech Gaming Software, o aplicativo que faz a gestão dos periféricos da marca. As configurações podem ser feitas de forma automática ou customizada pelo usuário dentro do app. É possível escolher até mesmo quais áreas da tela que as caixas devem espelhar. O sistema de som se conecta ao computador por um cabo USB.

Subwoofer é um dos destaques da  Logitech G560 (Foto: Divulgação/Logitech)Subwoofer é um dos destaques da  Logitech G560 (Foto: Divulgação/Logitech)

Subwoofer é um dos destaques da Logitech G560 (Foto: Divulgação/Logitech)

A caixa de som G560 também não deve decepcionar na qualidade do áudio. O modelo conta com 120W RMS de potência. Os graves prometem ser o ponto alto. Só o subwoofer traz 40 centímetros de altura e pesa sozinho mais de 5 Kg. O modelo também possui a especificação DTS: X, que simula o som surround (360º).

Outro atrativo fica por conta da conectividade. Além do USB, a Logitech G560 permite uma conexão por Bluetooth, além de trazer uma porta P2 (3,5 mm), possibilitando que até quatro dispositivos sejam conectados simultaneamente.

O modelo da Logitech não é o primeiro voltado para o público gamer a contar com a iluminação colorida. Durante a CES 2018, no início do ano, a Razer mostrou a Nommo Pro. A diferença é que os LEDs estão posicionados na parte inferior das caixas e não sincronizam com o conteúdo da tela.

Qual a melhor caixa de som para o PC? Descubra no Fórum do TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.