Na última quarta-feira (04), a Philadelphia Fusion anunciou a punição financeira e a suspensão por três jogos do DPS Josue "Eqo" Corona devido a comportamento considerado inadequado demonstrado em stream. O jogador foi multado em US$ 2 mil pelo time e suspenso por três jogos, além de ter seus privilégios de stream revogados até 17 de junho. A Overwatch League também se pronunciou e declarou ter multado o jogador em mil dólares por violar o Código de conduta da liga.

Philadelphia Fusion anuncia punição do jogador Eqo (Foto: Reprodução/Twitter Philadelphia Fusion )

Philadelphia Fusion anuncia punição do jogador Eqo (Foto: Reprodução/Twitter Philadelphia Fusion )

O jogador, que nasceu na Colômbia e cresceu em Israel, fez o gesto considerado racista no dia primeiro de abril. Durante a sua stream na Twitch, um espectador comentou que (devido às habilidades do jogador) não era possível ele não ser coreano. Para responder à mensagem, o jogador afirmou ser, sim, coreano e puxou os olhos para trás com os dedos para imitar asiáticos.

Muitas vezes, esse gesto é usado para caçoar de pessoas de descendência asiática. O mesmo tipo de comportamento foi severamente punido no cenário da liga de beisebol com o jogador Yulieski Gurriel e no cenário do futebol com o jogador Edwin Cardona.

Em sua primeira manifestação no Twitter, antes de a equipe anunciar a punição do jogador, Eqo afirmou não ter usado o gesto como ofensa e declarou que o clipe havia sido tirado de contexto. O tweet já foi apagado pelo próprio jogador.

Posteriormente, após a declaração da Philadelphia Fusion, o DPS fez um anúncio oficial e se desculpou novamente pelo ocorrido. Nessa declaração, o jogador reconheceu o erro e se comprometeu em fazer uma doação de US

... $ 3 mil para a campanha No Place for Hateda Liga Antidifamação (ADL), além de pagar as multas aplicadas pela OWL e pela sua equipe.
Eqo afirmou reconhecer a seriedade dos seus atos e a necessidade de tomar cuidado com suas palavras e ações (Foto: Reprodução/Twitter eqo)

Eqo afirmou reconhecer a seriedade dos seus atos e a necessidade de tomar cuidado com suas palavras e ações (Foto: Reprodução/Twitter eqo)

A Philadelphia Fusion doará à ADL a multa de US$ 2 mil paga pelo jogador. A organização também afirmou que acrescentará US$ 5 mil no valor destinado à campanha. Desse modo, o valor total da doação será de US$ 10 mil.

Tolerância zero

Esta não é a primeira vez que a Blizzard Entertainment e as organizações envolvidas aplicam ações disciplinares às estrelas da liga. No início de março, a empresa anunciou a punição de quatro membros da liga e deixou claro que qualquer tipo de comportamento ofensivo, inadequado, racista e discriminatório por parte dos profissionais é terminantemente proibido e está sujeito a sanções, incluindo expulsão da liga.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.