Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

O Google proibiu aplicativos que geram identidades falsas na Play Store. Desse modo, serão removidos ou recusados apps que criem ou facilitem a criação de documentos fictícios em smartphones Android, como RGs, CPFs, passaportes, diplomas, cartões de crédito e carteiras de motorista. A medida foi anunciada após a atualização dos termos da Central de Políticas do Desenvolvedor do Google.

Apps que simulem documentos fictícios estão proibidos na loja de apps do Google (Foto: Thássius Veloso/ TechTudo)Apps que simulem documentos fictícios estão proibidos na loja de apps do Google (Foto: Thássius Veloso/ TechTudo)

Apps que simulem documentos fictícios estão proibidos na loja de apps do Google (Foto: Thássius Veloso/ TechTudo)

A ação afetará todos os aplicativos que tenham esta finalidade. Segundo o Google, mesmo aqueles que são utilizados para brincadeiras, entretenimento, entre outros usos similares, estão proibidos na loja.

A decisão é mais uma manobra da companhia para impedir o comportamento enganoso por parte dos desenvolvedores. Aplicativos que simulem funcionalidades do sistema ou que interfiram na operação delas, como notificações ou avisos, por exemplo, já eram banidos da loja.

Por enquanto, não há informações de quando os apps geradores de documentos fictícios já existentes serão removidos da Play Store. A atualização, no entanto, não impedirá que os desenvolvedores criem e hospedem programas do gênero em outros sites.

Com informações de Android Police e Google

Qual o melhor app que você tem no seu celular? Comente no Fórum do TechTudo.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.