O primeiro split do Campeonato Brasileiro de League of Legends foi conquistado de forma inusitada pela KaBuM e-Sports. A atuação coletiva dos Alaranjados e dos Guerreiros da Vivo Keyd na grande final foi de tirar o fôlego, mas as estatísticas individuais também indicam boas campanhas de alguns jogadores na temporada regular. Confira abaixo os destaques:

Flexibilidade é com ele!

Robo comemora vitória contra a paiN Gaming, na terceira rodada (Foto: Divulgação/Riot Games)

Robo comemora vitória contra a paiN Gaming, na terceira rodada (Foto: Divulgação/Riot Games)

Leonardo "Robo" Souza, topo de origem da CNB e-Sports Club, foi o jogador com o maior número de campeões diferentes utilizados na fase de pontos. O atleta atuou com 13 personagens: Shen, Corki, Maokai, Dr. Mundo, Gnar, Pantheon, Graves, Taliyah, Lucian, Syndra, Camille, Poppy e Sion. Se considerarmos as partidas da escalada, esse número sobe para 16.

Essa grande marca, no entanto, tem uma explicação. Robo não jogou apenas na rota superior. Com a ida de Rafael "Rakin" Knittel para a reserva, o topo da CNB migrou para o meio. E por lá jogou duas rodadas, antes de retornar à posição de origem. Improvisado, Robo acumulou uma vitória contra a paiN Gaming e uma derrota contra a INTZ.

Equilíbrio perfeito

Sacy agarrou a chance e provou o seu valor no primeiro split (Foto: Divulgação/Riot Games)
... vulgação/Riot Games)" src="data:image/jpeg;base64,/9j/4AAQSkZJRgABAQAAAQABAAD/2wBDAAMCAgMCAgMDAwMEAwMEBQgFBQQEBQoHBwYIDAoMDAsKCwsNDhIQDQ4RDgsLEBYQERMUFRUVDA8XGBYUGBIUFRT/2wBDAQMEBAUEBQkFBQkUDQsNFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBT/wgARCAAOABkDASIAAhEBAxEB/8QAFwABAQEBAAAAAAAAAAAAAAAABAcFBv/EABYBAQEBAAAAAAAAAAAAAAAAAAQCA//aAAwDAQACEAMQAAABgtBlXVZsLmPNZ//EAB4QAAEEAQUAAAAAAAAAAAAAAAMBAgQFAAYSExQj/9oACAEBAAEFAiL46bQTsvG8Vx2mY8ivStnkihlyUlWO4Gf/xAAZEQACAwEAAAAAAAAAAAAAAAAAAwIREgH/2gAIAQMBAT8Bi2p6HMyztH//xAAYEQADAQEAAAAAAAAAAAAAAAAAAQIREv/aAAgBAgEBPwFzqwmekf/EACIQAAIBAwQCAwAAAAAAAAAAAAECABESIQMEMVEiMjNSkf/aAAgBAQAGPwJFBoDkzVfcODaosN1McY7E3GBQHieh/Yo+ooIlrG/yZehNPUZahrbl7nwif//EACAQAQACAQIHAAAAAAAAAAAAAAERIQAxQRBhcYHB4fD/2gAIAQEAAT8hgEHlXajzk7gKeQrqbkT1woiFRFNFcCKoAwKT5QwswabzB2zWfPVzFZ9HvP/aAAwDAQACAAMAAAAQnH//xAAZEQEAAgMAAAAAAAAAAAAAAAABABEhUZH/2gAIAQMBAT8QGq6IeTpb7P/EABYRAQEBAAAAAAAAAAAAAAAAAAEAEf/aAAgBAgEBPxB8lmrf/8QAHhABAQADAAEFAAAAAAAAAAAAAREAITEQQVFhkfH/2gAIAQEAAT8QU5MxBsObY1D2wVSDtQQEkMC02dwuqLUVq+Gv14nMAYD0t3kFNRFFV9IG6KQWY9QVDgy20Y707z81x//Z">

Sacy agarrou a chance e provou o seu valor no primeiro split (Foto: Divulgação/Riot Games)

Gustavo "Sacy" Rossi foi o dono do melhor AMA ao término da temporada regular. A estatística é calculada da seguinte forma: número de abates + número de assistências dividido pelo número de mortes. A média é uma maneira de analisar o desempenho de um jogador durante uma partida ou período de tempo específico.

Com 70 abates, 18 mortes e 100 assistências em 16 partidas disputadas, o atirador da RED Canids conseguiu um AMA de 9,44. Com a saída do titular Felipe "brTT" Gonçalves para o Flamengo, Sacy retomou a posição e foi um dos grandes destaques da Matilha no primeiro split. Lucas "Luskka" Felipe (8,27) e Matheus "Dynquedo" Rossini (8) completaram o pódio.

O pesadelo das tropas

Sky farmou como ninguém durante a temporada regular (Foto: Divulgação/Riot Games)

Sky farmou como ninguém durante a temporada regular (Foto: Divulgação/Riot Games)

Outro jogador da RED Canids se destacou ao longo da temporada regular. Estreante, Kim "Sky" Ha-neul mal chegou ao cenário brasileiro e já se tornou referência no número de tropas abatidas. O meio sul-coreano acumulou uma média de 407.67 minions por jogo. Não à toa, foi considerado o segundo melhor jogador da primeira fase por analistas da Riot Games.

Sky também foi o jogador com o maior número de tropas abatidas por minuto: 10.19. O jogador da Matilha deixou para trás atiradores e meios consagrados da liga como o próprio companheiro Sacy, Pedro "Matsukaze" Gama, da paiN Gaming e Gabriel "tockers" Claumann, da Vivo Keyd. Sky não poderia ter aprendido a farmar com o melhor mestre, afinal, foi reserva de Lee "Faker" Sang-hyeok na SKT.

Presença global em lutas

TinOwns amargou o rebaixamento, mas apresentou boa presença de mapa (Foto: Divulgação/Riot Games)

TinOwns amargou o rebaixamento, mas apresentou boa presença de mapa (Foto: Divulgação/Riot Games)

Reforço da paiN Gaming para 2018, Thiago "TinOwns" Sartori foi peça fundamental nas team fights orquestradas pela organização paulista durante a fase de pontos. O meio ex-CNB e ex-KaBuM foi o jogador com a maior participação em abates ao término das sete rodadas: 82,5%. Ele ficou à frente dos atiradores da Team One Han "Lactea" Gi-hyeon (80.5%) e Victor "Steal" Ruiz (80.3%).

Tradicional no cenário brasileiro de esportes eletrônicos, a paiN Gaming amargou o seu primeiro rebaixamento em League of Legends. Se a equipe apresentou um desempenho coletivo extremamente fraco, pelo menos TinOwns mostrou que, individualmente, pode ajudar a organização a crescer nas próximas competições.

Rei dos abates

Com apenas 17 anos, TitaN brilhou e conquistou o cenário brasileiro (Foto: Divulgação/Riot Games)

Com apenas 17 anos, TitaN brilhou e conquistou o cenário brasileiro (Foto: Divulgação/Riot Games)

O prodígio Alexandre "TitaN" Lima foi eleito o melhor jogador da fase de pontos e o MVP das finais do CBLoL 2018. Além disso, o atirador da KaBuM e-Sports também pode se orgulhar de outra marca: foi o jogador da competição com o maior número de abates (73) durante as sete rodadas da campanha regular.

Em 16 partidas disputadas, Titan acumulou uma média de 4.56 abates por jogo. Um primeiro split para nunca mais esquecer. Com apenas 17 anos, o atleta tem tudo para crescer ainda mais no cenário competitivo e se tornar um dos melhores jogadores do Brasil. O primeiro passo já foi dado. O próximo destino é o Mid-Season Invitational.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.