A Overwatch League quer se expandir cada vez mais. Atualmente composto por 12 equipes, o campeonato mais importante do game desenvolvido pela Blizzard está em busca de investimentos em grandes clubes de futebol da Europa. Foi o que disse Nate Nanzer, comissário da competição, ao portal do tabloide britânico Daily Mail.

Blizzard quer expandir Overwatch League (Foto: Reprodução/LA Gladiators)

Blizzard quer expandir Overwatch League (Foto: Reprodução/LA Gladiators)

De acordo com Nanzer, representantes da Overwatch League estão se encontrando com potenciais clientes no Velho Continente. A ideia é aumentar o número de equipes europeias para a próxima edição do campeonato. Na atual edição, a região é representada apenas pela London Spitfire, da Inglaterra. As outras organizações são norte-americanas (9), sul-coreanas (1) e chinesas (1).

"Estivemos em Roma. O nosso CEO, Bobby Kotick, conversou sobre esportes eletrônicos com a Associação de Clubes Europeus. É onde todas as equipes da Europa se reúnem. O líder é Andrea Agnelli, atual presidente da Juventus", disse Nanzer. Essa foi uma das estratégias utilizadas pela direção da Overwatch League.

A London Spitfire está atualmente em terceiro lugar no ranking geral (Foto: Divulgação/London Spitfire)
... c="data:image/jpeg;base64,/9j/4AAQSkZJRgABAQAAAQABAAD/2wBDAAMCAgMCAgMDAwMEAwMEBQgFBQQEBQoHBwYIDAoMDAsKCwsNDhIQDQ4RDgsLEBYQERMUFRUVDA8XGBYUGBIUFRT/2wBDAQMEBAUEBQkFBQkUDQsNFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBT/wgARCAARABkDASIAAhEBAxEB/8QAGQABAQADAQAAAAAAAAAAAAAABwACBAYF/8QAFgEBAQEAAAAAAAAAAAAAAAAAAQID/9oADAMBAAIQAxAAAAEo2uz4KX0D9WwUwQ6z1QTqif/EACEQAAICAQIHAAAAAAAAAAAAAAIEAwUAAQYTFBUWMjM1/9oACAEBAAEFAlqNzkVKYGkXKbTQODBnXTOpfeiEa+nOYe3Vsn8die+H5uf/xAAfEQACAQIHAAAAAAAAAAAAAAAAAQMSEwQRIjEykfD/2gAIAQMBAT8BWJVy1R7s1t1SZEfMk3P/xAAaEQADAAMBAAAAAAAAAAAAAAAAAQIREjEi/9oACAECAQE/AXGPU0bJ8L4yT//EACwQAAIBAgIFDQAAAAAAAAAAAAECAwARBCEFEiJxshATFCMyM0FScnOBkZL/2gAIAQEABj8CfFyoIMImfOuMqOJjxSlYnuUAzc38KYujxweeW21u+a7tftqSI2j0aws8Uxu531AmjNfqcrqDlXScROZxbWK3Oya7Y/YrF+taxHtLxU25uI8n/8QAIBAAAgEDBAMAAAAAAAAAAAAAAREhADFBEFGBwSCx8P/aAAgBAQABPyEWRwgGhvnugGBYwEOeHQivDaC4AiSbNAixig8xIGCR6s6WYKNwA4Ey5ZzTpsoC43Dgp+9JvrbHwwPf/9oADAMBAAIAAwAAABB6h6P/xAAeEQEBAAEDBQAAAAAAAAAAAAABESEAMfAQQWGB0f/aAAgBAwEBPxCCmoCsYXMXC+JtvNNkC9gwfXk31w9dP//EABsRAQACAgMAAAAAAAAAAAAAAAEAETFBECGB/9oACAECAQE/EDCoMd1ryLaC1vhYT//EAB0QAQEBAAEFAQAAAAAAAAAAAAERIQAgMUHB8JH/2gAIAQEAAT8QglR6ZEIEaBG2DwcApRIciGVgIrhUMrLlDCWmEDDIbs58R75hXoCxREEKtrew8QEtGGo95ZEKn9P2ELqADrPxlFpz4z30oOv3/9k=">

A London Spitfire está atualmente em terceiro lugar no ranking geral (Foto: Divulgação/London Spitfire)

Grandes potências europeias estão presentes na entidade: Bayern de Munique, Juventus, PSG, Arsenal, Chelsea, Liverpool, Manchester United, Real Madrid, Barcelona, Porto, Borussia Dortmund, Milan e Roma. Durante as viagens, a Blizzard focou encontros em polos específicos como França, Alemanha, Itália, Belenux e Escandinávia.

"Conversamos com muitos clubes ao longo do continente. Alguns deles são muito inovadores no cenário esportivo. Obviamente, o esporte eletrônico é uma maneira para que eles possam alcançar novos públicos", concluiu Nanzer. Apesar das reuniões, nenhum acordo ainda foi oficialmente divulgado. O objetivo da diretoria é expandir o número de equipes para até 28 nas próximas edições.

Algumas equipes da Europa já estão direcionando recursos ao esport. O Besiktas, da Turquia, está presente no FIFA 18 e no League of Legends. O Schalke 04 também conta com uma equipe no MOBA desenvolvido pela Riot Games. Os alemães disputaram recentemente a LCS Europa e terminaram a temporada regular em oitavo lugar.

Próximo destino: Ásia

A expansão não ficará restrita apenas à Europa. De acordo com o comissário, representantes da Overwatch League viajarão para a Ásia nas próximas semanas: "Temos uma grande base de fãs lá. A ideia é ter mais times asiáticos na liga. Beijing, Guangzhou, Bangkok... Queremos nos fazer presentes em cidades grandes e globais".

O oriente é representado atualmente por duas organizações: Seoul Dynasty, da Coreia do Sul e Shanghai Dragons, da China. Ainda que a Overwatch League seja considerada uma competição global, a grande maioria das equipes é de origem norte-americana. Por isso o esforço do comissário em atrair times de outros continentes.

A Shanghai Dragons amarga a lanterna da competição (Foto: Divulgação/Shanghai Dragons)

A Shanghai Dragons amarga a lanterna da competição (Foto: Divulgação/Shanghai Dragons)

A Blizzard ainda não anunciou quanto custará uma franquia para a temporada 2019. "O processo para novas equipes será diferente. Muitas pessoas estão interessadas e nos procurando. Temos em mãos um produto bem-sucedido e global agora", explica Nanzer. No ano passado, os investidores tiveram que desembolsar US$ 20 milhões, cerca de R$ 68 milhões por uma vaga na liga. Esse valor pode aumentar.

Embora a expansão da Overwatch League esteja apenas concentrada em dois continentes no momento, o comissário não descarta futuros investimentos no Brasil, por exemplo: "É um mercado que nos interessa particularmente. A Overwatch Contenders está indo muito bem lá. Também temos o Pacífico, a Nova Zelândia e a Oceania."

A Overwatch Contenders é outro torneio oficial da Blizzard, mas de menor expressão. A liga conta com sete divisões: Austrália, China, Europa, Coreia do Sul, América do Norte, América do Sul e Pacífico. A competição pode servir de vitrine para futuras equipes e jogadores que queiram participar da Overwatch League no futuro.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.