Já fez alguma pesquisa no Google hoje? Em 2018, a ferramenta de buscas do Google faz 20 anos e a companhia aproveitou a ocasião para anunciar a chegada de novos recursos, em um evento nesta terça-feira (22). Agora, a pesquisa está mais inteligente e os usuários têm acesso a mais tópicos relacionados à sua busca para que possam continuar explorando aquele tema.

As novidades têm a participação dos engenheiros baseados em Belo Horizonte e fazem parte de um conjunto de funções na qual o gigante da internet vem trabalhando para melhorar a experiência dos usuários. A seguir, veja como fica a ferramenta e descubra algumas curiosidades sobre essas duas décadas de história.

Buscador do Google faz 20 anos: veja evolução da logo (Foto: Aline Batista/TechTudo)

Buscador do Google faz 20 anos: veja evolução da logo (Foto: Aline Batista/TechTudo)

Jornada em tópicos relacionados

Desenvolvido por engenheiros do escritório de Belo Horizonte, o novo recurso já estava em teste nos Estados Unidos desde dezembro de 2017 e agora chega para os brasileiros. Com a novidade, ao pesquisar um tópico específico, o usuário verá, logo no topo da página, sugestões relacionadas àquele tema. A ideia é que o buscador possa antecipar futuras pesquisas baseado nas consultas anteriores. Por exemplo, se você procurar por "Neymar" e, depois, por "Messi", receberá recomendações de outros jogadores.

... t" alt="Jornada em tópicos relacionados da busca do Google (Foto: Divulgação/Google)" title="Jornada em tópicos relacionados da busca do Google (Foto: Divulgação/Google)" src="data:image/jpeg;base64,/9j/4AAQSkZJRgABAQAAAQABAAD/2wBDAAMCAgMCAgMDAwMEAwMEBQgFBQQEBQoHBwYIDAoMDAsKCwsNDhIQDQ4RDgsLEBYQERMUFRUVDA8XGBYUGBIUFRT/2wBDAQMEBAUEBQkFBQkUDQsNFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBQUFBT/wgARCAASABkDASIAAhEBAxEB/8QAGQAAAgMBAAAAAAAAAAAAAAAAAAYEBQcI/8QAFQEBAQAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH/2gAMAwEAAhADEAAAAdXo3uCV2pLTKYUsAtx0ICf/xAAbEAEAAgMBAQAAAAAAAAAAAAAEAwUAAQYHFv/aAAgBAQABBQLsA6Yg9caGl50VYG1y6uC1SSX4mxEtCOVnpkEUuxDg+G84NFHaZ//EABQRAQAAAAAAAAAAAAAAAAAAACD/2gAIAQMBAT8BH//EABYRAAMAAAAAAAAAAAAAAAAAABEgQf/aAAgBAgEBPwGhP//EACYQAAICAAUEAQUAAAAAAAAAAAECAwQAERITIRAUMWFxIjI0UbH/2gAIAQEABj8CrZ0bd7Sp4rT7en5xPDer26VYzIxjFl5GPvPz5/mHSh3W7oIkE7SEZcfvjpH3LEa14C5Ya1HLswqyoWlyXnnCxwW47EigkhGzy6UC8asfrGZHxi8NmP8AJU/aPWLLJEitteQvvp//xAAeEAEBAAICAgMAAAAAAAAAAAABEQAhEDFBUXGBsf/aAAgBAQABPyGTVt87HsVfHw4w3wTIgBoIKddseg1CFInd9b4vpa4ljvtPeBdRXGP3cD1ISE71wY3wGs8MSxxg8xA4GhEiGTx//9oADAMBAAIAAwAAABAxbx3/xAAZEQADAQEBAAAAAAAAAAAAAAAAAREhMUH/2gAIAQMBAT8QeK+FuoQ+n//EABgRAQADAQAAAAAAAAAAAAAAAAEAESEQ/9oACAECAQE/EBHXYlNPf//EABwQAQEBAAMBAQEAAAAAAAAAAAERIQAxQRBRYf/aAAgBAQABPxANS0o/SMqH4N+hqnjsxIgAe1PeFh1hEF7hmtAvi/C5hbCej8wy7x3p6GmCVAjL3XPePA8/uCIMqF3s+ROdOtYUsuzj6Sak5ROwUHwXgaYpuqFCxhn8Pn//2Q==">

Jornada em tópicos relacionados da busca do Google (Foto: Divulgação/Google)

Painéis de conhecimento aprimorados

Os painéis de conhecimento são aqueles quadros que aparecem no resultado das buscas com informações sobre o tópico pesquisado. A novidade é que agora eles estão mais inteligentes e as sugestões de conteúdos relacionados passam a aparecer dentro dos resultados de uma pesquisa. Por exemplo, ao pesquisar por "surf", o usuário verá informações sobre esportes relacionados, como snowboard e kitesurf.

Painéis de conhecimento da busca do Google (Foto: Divulgação/Google)

Painéis de conhecimento da busca do Google (Foto: Divulgação/Google)

Snippets em destaque

Outra novidade desenvolvida no Brasil, o snippet é um destaque especial no topo da página que reúne um resumo da resposta e um link para a página da web da qual aquele trecho foi extraído. A partir de maio, a ferramenta agora será capaz de exibir resultados mais eficientes quando o usuário relacionar dois termos na pesquisa.

Por exemplo, ao pesquisar por "Daniel Alves e Neymar", o usuário verá conteúdos sobre os dois jogadores juntos. Já uma busca por "Ivete Sangalo cabelo" trará resultados mais específicos sobre os cabelos da cantora e não coisas genéricas sobre ela. A ideia é que a pesquisa possa contextualizar melhor o resultado (incluindo imagens) daquele tópico.

Snippets em destaque da busca do Google (Foto: Divulgação/Google)

Snippets em destaque da busca do Google (Foto: Divulgação/Google)

História e evolução da busca do Google

A ferramenta de busca é fruto da ideia de dois estudantes de pós-graduação que queriam reunir em um único lugar todo conhecimento existente na Internet, mas que fosse capaz de exibir os resultados mais relevantes para cada usuário. Assim, Larry Page e Sergey Brin criaram, em 27 de setembro de 1998, o buscador Google.

Seu grande diferencial foi a ferramenta chamada PageRank. Graças a ela, foi possível organizar os milhões de links disponíveis na web para entregar às pessoas aqueles que melhor respondem a sua dúvida. Hoje em dia, o algoritmo do Google leva em consideração mais de 200 critérios ao oferecer os resultados de busca. Isso inclui, por exemplo, a localização do usuário e até mesmo a autoridade dos sites que oferecem respostas.

No caso das buscas pelo celular, o Google leva em consideração o design dos smartphones, já que possuem tela menor; a localização dos usuários, que muda o tempo todo; a conexão mais lenta com a Internet e a dificuldade para digitar. Por isso, muitas vezes o buscador acha mais relevante exibir a informação buscada em forma de um card do que apenas links.

Apesar de toda evolução da busca, os engenheiros do Google fazem questão de destacar que o Google Search não é um produto que está pronto, ao contrário, está sempre em se aprimorando. Um exemplo curioso citado pelos executivos se refere à busca por "resultado do jogo do bicho". O termo é procurado com frequência pelos usuários, mas o site não consegue responder.

Parcerias inusitadas

O Google vem trabalhando com outras companhias para melhorar os resultados das buscas. No carnaval deste ano, por exemplo, a gigante de buscas se juntou às prefeituras de algumas cidades brasileiras para que a ferramenta fosse capaz de exibir informações relevantes (para foliões ou não) sobre a festa. Dessa forma, era possível consultar os eventos e blocos de cada lugar, assim como os bloqueios no trânsito e alterações no transporte público.

Google faz parcerias com outras empresas para melhorar buscas (Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo)

Google faz parcerias com outras empresas para melhorar buscas (Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo)

Até aí, tudo bem, já que essas parcerias entre empresas são algo comum. O curioso é que elas acontecem em situações inusitadas e trágicas, como no terremoto que atingiu o México em 2017. Nesse caso, a busca exibia um box com informações e alertas sobre o desastre, como as áreas afetadas, informações oficiais e últimas notícias, além de dicas das equipes de resgate.

Esportes

As buscas relacionadas a esportes também têm grande relevância no site. Por conta disso, a companhia anunciou que vai expandir a experiência oferecida no futebol para outros esportes. No caso do Brasil, a empresa observou um interesse dos usuários por lutas e, por isso, garantiu que vai lançar em breve uma busca mais completa para essa modalidade. Além disso, o Google também prometeu novidades na ferramenta para a Copa do Mundo.

Google Assistente e a busca por voz

O grande número de pesquisas feitas pelo celular foi um dos motivadores da busca por voz. A companhia aposta no Google Assistente para ajudar o usuário na realização de tarefas diárias, sem precisar ficar digitando tudo no smartphone. Por isso, o assistente pessoal está diretamente associado a ações, como ligar, tocar e fazerl. A ferramenta está instalada em mais de 400 milhões de dispositivos no mundo e é responsável por entre 5% e 10% das buscas diárias.

Doutor Google

Por mais estranho que isso possa parecer, muita gente utiliza a busca do Google para ter informações sobre doenças. Por exemplo, ao sentir alguma dor, a pessoa pesquisa por aquele sintoma para ter uma ideia de qual é o seu problema. Por conta disso, a companhia fez parcerias com hospitais no mundo para que eles ajudem a validar esses "diagnósticos" online. Aqui no Brasil, a curadoria desse tipo de conteúdo é feita em parceria com o Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Segurança

Para exibir resultados tão assertivos e tão pessoais, parece óbvio que o Google sabe muita coisa sobre as nossas vidas, certo? Sim, a empresa admite ter diversas informações dos usuários, mas garante que ninguém tem acesso a esses dados. Todas as informações que podem ser usadas para identificar os usuários como pessoas são removidas antes que os engenheiros da companhia tenham acesso a elas.

Outras curiosidades do buscador:

  • O tempo aproximado para o Google encontrar a resposta de uma busca é de 0,25 segundos.
  • 50% de todas as buscas acontecem pelo celular.
  • 15% das buscas diárias são inéditas.
  • O Google já encontrou 130 trilhões de endereços na web.

*A jornalista viajou para São Paulo a convite do Google.

Como tirar propagandas do Google do Android? Veja dicas no Fórum do TechTudo.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.