Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

O Core i5 7400 é um processador intermediário de sétima geração da Intel com custo-benefício interessante. A CPU conta com quatro núcleos de processamento e é capaz de rodar a velocidades que chegam aos 3.5 GHz. Sua performance deve atender às necessidades de uma grande variedade de perfis de uso.

Entretanto, anterior à chegada dos Ryzen da AMD, o processador não se compara favoravelmente com os rivais e pode comprometer os planos de quem pretende realizar upgrades mais constantes no PC. Quer saber se o Intel i5 7400 é bom para você? Conheça o equipamento em maiores detalhes, saiba o preço de mercado e entenda seus possíveis problemas.

Core i5 7400 tem quatro núcleos e pode chegar a 3.5 GHz (Foto: Divulgação/Intel)Core i5 7400 tem quatro núcleos e pode chegar a 3.5 GHz (Foto: Divulgação/Intel)

Core i5 7400 tem quatro núcleos e pode chegar a 3.5 GHz (Foto: Divulgação/Intel)

Especificações

O i5 7400 é um processador quad-core da sétima geração da Intel (lançada entre 2016 e 2017). Intermediária, a CPU se encaixa em uma linha considerada genérica pela fabricante, já que ela não possui recursos mais avançados, que seriam destinados aos entusiastas e gamers. Prova do perfil mais simples está no fato de que o produto não conta com Hyper Threading.

A tecnologia da Intel permite que processadores compatíveis se comportem como se tivessem mais núcleos. No futuro, a falta do Hyper Threading pode ser uma restrição do modelo, pois é possível que desenvolvedores comecem a aproveitar mais a ferramenta como forma de alavancar performance.

A velocidade do Core i5 7400 é de 3.0 a 3.5 GHz e a CPU conta com 6 MB de memória cache. Falando em memória, o processador pode trabalhar com até dois canais de RAM (isso significa que reconhece e acessa dois pentes de memória diferentes ao mesmo tempo) em um total de 64 GB. A CPU reconhece DDR4 (até 2400 MHz) e DDR3.

Nas especificações técnicas, o processador se posiciona no perfil intermediário anunciado anteriormente. Entretanto, lançado antes da chegada dos Ryzen da AMD, o i5 7400 tem dificuldades para se comparar com as alternativas da AMD situadas na mesma faixa de preço.

Desempenho

Desempenho intermediário do 7400 deve dar conta das necessidades da grande maioria dos usuários (Foto: Divulgação/Intel)Desempenho intermediário do 7400 deve dar conta das necessidades da grande maioria dos usuários (Foto: Divulgação/Intel)

Desempenho intermediário do 7400 deve dar conta das necessidades da grande maioria dos usuários (Foto: Divulgação/Intel)

O i5 7400 está longe de ser um processador direcionado para gamers. Isso não significa que, pareado com uma boa placa de vídeo, a CPU não vá entregar performance eficiente em jogos. Com quatro núcleos, o i5 7400 deve ter fôlego suficiente para rodar games atuais em configurações elevadas de fidelidade gráfica – tudo dependendo, claro, da placa de vídeo.

Entretanto, o perfil mais simples do processador torna o produto mais interessante para usuários que buscam computadores básicos para tarefas do dia a dia. Nesse sentido, o i5 não deve decepcionar ninguém, já que deve ter performance de sobra para rodar aplicações de todos os tipos.

O processador é equipado com a placa gráfica Intel HD Graphics 630. O equipamento não é musculoso o suficiente para rodar games recentes, mas tem capacidade para reproduzir vídeo em 4K. Essa característica torna o i5 7400 um candidato para computadores sem placa dedicada, que sejam mais direcionados ao consumo de mídia.

Consumo

Segundo a Intel, o i5 7400 tem TDP de 65 watts – número que o coloca bem abaixo do teto de processadores mais poderosos à venda na atualidade. TDP é uma medida da quantidade de energia que um processador acaba liberando na forma de calor . Isso pode dar uma ideia do consumo e do nível de robustez que o sistema de refrigeração precisa para evitar que a CPU derreta.

Entretanto, apesar de não demonstrar uma TDP alta, o processador não tem valor considerado baixo, na casa dos 30 a 35 watts. Isso torna difícil o uso do i5 7400 em computadores supercompactos, como os HTPCs mais típicos.

Placa-mãe e o problema do upgrade

i5 7400 exige soquete LGA 1151, incompatível com a oitava geração da Intel (Foto: Divulgação/Gigabyte)i5 7400 exige soquete LGA 1151, incompatível com a oitava geração da Intel (Foto: Divulgação/Gigabyte)

i5 7400 exige soquete LGA 1151, incompatível com a oitava geração da Intel (Foto: Divulgação/Gigabyte)

Supondo que você já possui uma placa-mãe com soquete 1151 da Intel, o i5 7400 torna-se uma proposta interessante – dependendo, claro, do seu bolso e do perfil de uso.

Mas, se você está começando do zero – sem placa-mãe – , talvez seja o caso de reconsiderar o investimento no processador. A razão para isso é simples: a placa-mãe que você adquirir para o i5 7400 não poderá receber processadores mais recentes da Intel, da oitava geração (à venda no momento) e das futuras arquiteturas da marca.

Só existe um problema para quem deseja fazer upgrades constantes no futuro. Se esse não é o seu caso, e você imagina usar o mesmo PC por cinco anos, então não há impeditivo.

Custo-benefício

Ryzen R5 1500x e 1600 são melhores - especialmente para gamers (Foto: Divulgação/AMD)Ryzen R5 1500x e 1600 são melhores - especialmente para gamers (Foto: Divulgação/AMD)

Ryzen R5 1500x e 1600 são melhores - especialmente para gamers (Foto: Divulgação/AMD)

Intermediário, o i5 7400 tem preço acessível e está longe de custar tão caro como os processadores mais poderosos da Intel no momento. É possível encontrar o Core i5 à venda por volta de R$ 750.

Trata-se de uma faixa de preço bastante movimentada e cheia de opções. Do lado da AMD, por exemplo, o consumidor encontra os Ryzen R5 1500x e 1600 (em torno de R$ 700 e R$ 850, respectivamente). Ambos contam com melhor desempenho geral, permitem overclock e apresentam a versão da AMD da tecnologia Hyper Threading – o que os torna efetivamente octa-core em determinadas situações.

Além disso, a placa AM4 compatível com os AMD poderá receber processadores mais recentes por mais alguns ciclos – situação impossível nas placas 1151 das plataformas da Intel. Do ponto de vista gamer, qualquer um dos dois R5 são melhores escolhas.

Para o uso casual, considerando aplicativos de escritório, Internet e entretenimento, o i5 7400 promete atender muito bem às necessidades de qualquer usuário. Apesar disso, o consumidor pode economizar ainda mais ao escolher processadores mais baratos da linha i3, ou os equivalentes da AMD.

Comprar notebook i5 da Asus ou Acer? Comente no Fórum do TechTudo.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.