A final da LA League de Counter Strike: Global Offensive aconteceu neste domingo (6), nos estúdios da ESL em São Paulo. Em uma melhor de cinco (MD5) marcada por grandes jogadas, a equipe da Sharks eSports conquistou o primeiro lugar do campeonato ao derrotar a FURIA eSports por 3x1.

A Sharks eSports é a campeã da LA League de Counter-Strike: Global Offensive (Foto: Divulgação/Sharks-eSports)

A Sharks eSports é a campeã da LA League de Counter-Strike: Global Offensive (Foto: Divulgação/Sharks-eSports)

O torneio que contou com as melhores equipes do cenário sul-americano de CS:GO teve como premiação total o valor de R$50 mil. Além disso, a campeã garantiu a vaga para disputar a ESL Pro League, campeonato que contará com a participação de equipes como SK Gaming, FaZe Clan, Team Liquid, Astralis e mousesports.

Caminhada até o título

A equipe da Sharks apresentou uma performance sólida durante toda a primeira fase da LA League. Os "tubarões" terminaram em terceiro lugar, com sete vitórias e três derrotas.

A grande final: FURIA x Sharks

O último embate da ESL LA LEAGUE teve todos os principais ingredientes de uma grande final: disputa em LAN, grandes equipes do cenário brasileiro e jogos emocionantes. A equipe da FURIA eSports foi escalada para a final com a line up composta por Guilherme "spacca" Spacca, Yuri "yuurih" Gomes, Andrei "arT" Piovezan, Vinicius "VINI" Figueiredo e Kaike "KSCerato" Cerato. Já a Sharks foi para a disputa com Renato &qu

... ot;nak" Nakano, Raphael "exit" Lacerda, Leonardo "leo_drunky" Oliveira, Jhonatan "jnt" Silva e Rodrigo "RCF" Figueiredo.
A Sharks venceu a FURIA por 3x1 (Foto: Reprodução/Shark Esports)

A Sharks venceu a FURIA por 3x1 (Foto: Reprodução/Shark Esports)

Mapa 1: Mirage
YNG Sharks eSports 16 x 14 Furia eSports

A equipe da Sharks iniciou de forma avassaladora no seu mapa de escolha. Após vencer o pistol round, o time manteve o bom domínio e conseguiu fechar a primeira metade com a vitória por 12 x 3 no lado terrorista.

Na sequência, a skill individual de yuurih levou a FURIA a alcançar 11 rounds. Porém, com a partida em 15 x 14, a equipe da Sharks conseguiu manter a calma e vencer o match point, fechando o mapa em 16 x 14.

Mapa 2: Inferno
YNG Sharks eSports 16 x 14 Furia eSports

O segundo mapa da disputa foi escolhido pela FURIA eSports. Mas diferente do primeiro jogo, a partida foi acirrada do início ao fim. O primeiro half terminou com a vitória da Sharks por 9 x 6. Os tubarões, liderados por nak, souberam explorar os erros da equipe adversária e abrir a vantagem.

A segunda metade do mapa foi marcado por grandes jogadas. A skill individual dos jogadores das duas equipes foi um show à parte para os torcedores que acompanhavam a partida. A Sharks conseguiu aplicar as suas táticas com perfeição, e ao manter o ritmo da primeira metade, fechou o mapa em 16 x 12.

Mapa 3: Cobblestone
Furia eSports 16 x 4 YNG Sharks eSports

O terceiro mapa da série foi totalmente controlado pela FURIA. Após vencer o pistol round no mapa de escolha da Sharks, o time abriu sete rounds de vantagem. Com grande atuação de yuurih e KSCerato, a FURIA fechou o primeiro half em 11 x 4.

A escalação da FURIA para a final da LA League (Foto: Divulgação Facebook/Furia-eSports)

A escalação da FURIA para a final da LA League (Foto: Divulgação Facebook/Furia-eSports)

A segunda metade manteve o padrão inicial. Com abates providenciais, VINI foi o destaque da arrancada. Ao final, a partida foi finalizada em 16 x 4 para a equipe FURIA eSports.

Mapa 4: Cache
YNG Sharks eSports 16 x 12 FURIA eSports

O quarto mapa foi marcado por um clima tenso. As duas equipes, visivelmente nervosas, cometeram muitos erros e não conseguiram encaixar as suas táticas. O fator experiência foi determinante. O ex-MiBR e ex coach da Luminosity Gaming nak mostrou porque é um ícone do cenário brasileiro de Counter-Strike.

Renato "nak" Nakano, ex-MiBR e ex-coach da Luminosity Gaming, foi o destaque da Sharks na partida (Foto: Reprodução/Facebook Renato "nak" Nakano)

Renato "nak" Nakano, ex-MiBR e ex-coach da Luminosity Gaming, foi o destaque da Sharks na partida (Foto: Reprodução/Facebook Renato "nak" Nakano)

A equipe da Sharks encaminhou alguns rounds seguidos, não dando chances para a FURIA se aproximar. Os tubarões fecharam o mapa em 16 x 12, vencendo a serie em 3x1.

Torneio nos EUA

A equipe da Sharks eSports irá viajar para os EUA para disputar a ESL Pro League. Seu primeiro adversário já está definido. Os brasileiros irão enfrentar a equipe da mousesports.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.