Após dez dias de competição, a PSG.LGD sagrou-se campeã do major EPICENTER XL de DotA 2. Os chineses bateram a Team Liquid na grande final pelo placar de três a um, levaram para casa US$ 500 mil (cerca de R$ 1,7 milhão) em prêmios e faturaram 750 Pro Circuit Points. As partidas foram disputadas em Moscou, na Rússia.

A série, que foi disputada no sistema MD5, iniciou-se com vitória da LGD. Os chineses fecharam a primeira partida aos 38 minutos, com direito a triple kill do carry Wang "Ame" Chunyu na base adversária. A Liquid chegou a empatar o marcador no segundo duelo, com destaque para atuação de Amer "Miracle-" Al-Barkawi.

Chineses faturaram R$ 1,7 milhão em premiações (Foto: Divulgação/Epicenter)

Chineses faturaram R$ 1,7 milhão em premiações (Foto: Divulgação/Epicenter)

A LGD recuperou-se da derrota e venceu os dois últimos jogos para confirmar o lugar mais alto no pódio. Este é o primeiro título de grande expressão da organização em 2018, que foi vice-campeã do StarLadder i-League Invitational Season 4. A equipe ocupa atualmente a quarta colocação do ranking competitivo de DotA 2

Os chineses terminaram a fase de grupos em segundo lugar do grupo A com quatro vitórias e uma derrota. A equipe treinada pelo técnico Yao "QQQ" Yi venceu a Virtus.pro e a própria Team Liquid no chaveamento dos vencedores antes de alcançar a final. Líder do mesmo grupo, o time europeu despachou FlyToMoon e OG nos playoffs para confirmar a revanche.

Também participaram do torneio outras sete organizações: Team Empire,

... compLexity Gaming, Mineski, Team Secret, Natus Vincere, Newbee e a brasileira paiN Gaming. As melhores equipes de DotA 2 voltam a se enfrentar no MDL Changsha Major entre 14 e 20 de maio, desta vez sem a presença de representantes do Brasil.

Campanha brasileira

Brasileiros venceram a Na'Vi pela primeira vez na história (Foto: Divulgação/paiN Gaming)

Brasileiros venceram a Na'Vi pela primeira vez na história (Foto: Divulgação/paiN Gaming)

A paiN Gaming conseguiu se classificar para os playoffs após vitória histórica sobre a Natus Vincere. A organização brasileira nunca havia derrotado os ucranianos em torneios oficiais de DotA 2. Com o triunfo inédito na última rodada, a esquadra capitaneada por Danylo "Kingrd" Nascimento garantiu o quarto lugar do grupo B e o direito de enfrentar a FlyToMoon no chaveamento dos perdedores.

Os brasileiros não conseguiram repetir o bom desempenho no mata-mata. Kingrd, William "hFn" Medeiros, Otávio "Tavo" Gabriel, Heitor "Duster" Pereira e Aliwi "w33" Omar perderam para a FlyToMoon no modelo MD1 e deram adeus mais cedo à competição. Os europeus fecharam a série com 29 minutos no relógio.

A FlyToMoon apostou nos heróis Bounty Hunter, Witch Doctor, Tinker, Doom e Phantom Lancer para superar os representantes do Brasil. Airat "Silent" Gaziev, Bogdan "Iceberg" Vasilenko, Alexey "nongrata"' Vasilev, Alexander "Nofear" Churochkin e Andrey "ALWAYSWANNAFLY" Bondarenko estiveram à frente no placar de ouro durante boa partida do duelo e não tiveram muitas dificuldades para fechar o confronto.

O próximo compromisso da paiN Gaming já está marcado - a ESL One: Birmingham, entre 23 e 27 de maio, na Inglaterra. Após a disputa do major inglês, os brasileiros iniciam a caminhada em busca da classificação para o The International 8, torneio mais importante do circuito competitivo de DotA 2.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.